CONTINUAÇÃO

Performance e intervenções em diferentes locais do Recife

Algumas ações fazem parte do 11º SPA das Artes - Semana de Artes Visuais do Recife, outras são feitas paralelamente pelos artistas

Eugênia Bezerra
Eugênia Bezerra
Publicado em 06/11/2013 às 6:00
Leitura:

Com ações dentro de espaços institucionais do campo artístico e outras nas ruas da cidade, o 11º SPA das Artes – Semana de Artes Visuais do Recife segue modificando a rotina e provocando estranhamento, curiosidade e reflexões em torno do ambiente urbano e da arte. Nesta quarta-feira (6/11), a partir das 10h30, o artista Wolder Wallace (PE) faz a performance Epidemia coreográfica automobilística na esquina da Rua do Sol com a Ponte Duarte Coelho. "O trabalho tem uma proposta, que é falar sobre o diálogo entre pedestres e automóveis. Refere-se à comunicação social, sobretudo ao agente subversivo", conceitua Wolder.

"Através dela (a performance), o artista propõe alterar o sentido da lei, da ordem e do cotidiano por algum tempo (de modo legal), tematizando as relações homem/máquina, pedestre/automóvel; aplicando uma estética lúdica que pretende ocupar o espaço público como forma de exercer a cidadania numa perspectiva reflexiva e divertida ao mesmo tempo", como é explicado no texto de divulgação do Spa.

BOA VISTA

"Hoje, a arte é este comunicado". A frase de uma das obras de Paulo Bruscky foi colocada esta semana em um dos letreiros do Cinema São Luiz. A intervenção op.cit.#1 surgiu de uma parceria entre Bruscky e Márcio Almeida, numa ação paralela ao 11º SPA das Artes, assim como outras pela cidade.

"Eu já vinha pensando em um trabalho com intervenções em letreiros de cinema e aconteceram algumas coincidências entre o que pretendia fazer e essa frase de Bruscky. Por exemplo, no São Luiz eles sempre começam a preencher o letreiro com a palavra hoje e, embaixo, o nome do filme que está passando lá. Conversei com Bruscky, ele topou a parceria e montei o trabalho", diz Márcio Almeida.

BOA VIAGEM
A intervenção Distrito da luz vermelha, do Grupo Vaastu (PE), tem chamado a atenção de quem passa à noite pela Av. Conselheiro Aguiar. Até sexta-feira (8/11), a iluminação pública de um trecho da via ficará modificada. "Em Distrito da luz vermelha, trabalhamos com as várias camadas de cidade que se sobrepõem ao longo do dia. São ainda referências ao Bairro da Luz Vermelha (Amsterdã) e à obra Desvio para o vermelho, de Cildo Meireles", diz Vitor Maciel, arquiteto, como todos do grupo.

O texto completo está no Caderno C desta quarta-feira (6/11), no Jornal do Commercio.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias