PROGRAMAÇÃO

Aniversário da Galeria Suassuna começa com aula de Cavani Rosas

Espaço cultural baseado em uma antiga casa com frente virada para a Praça de Casa Forte completa um ano em setembro

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 10/09/2015 às 6:54
Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O artista plástico Cavani Rosas fala sobre o tema A Importância do Desenho na Evolução Humana em uma palestra marcada para esta quinta-feira (10/9), às 20h, na Galeria Suassuna. O espaço cultural, baseado em uma antiga casa com frente para a Praça de Casa Forte, completa um ano de funcionamento no dia 24 de setembro - o aniversário será celebrado com programação especial também durante as próximas semanas.

Ao final do encontro desta quinta-feira (10/9), será exibido o curta-metragem Deixem Diana em Paz, do jornalista e cineasta Júlio Cavani. A animação foi criada com desenhos feitos a bico de pena por Cavani Rosas (que é pai de Júlio).

A aula foi pensada com a proposta de traçar "um paralelo filosófico entre a história da humanidade e a arte do desenho, passando por diversos conceitos". Segundo o artista, ele parte do pressuposto de que as próprias pessoas são desenhos. "Quero puxar a palestra para um tema meio estranho: a ideia de fazer uma comparação entre as pessoas e o desenho. Quando chega alguém pedindo a mim para ensiná-la a desenhar, eu penso que a pessoa já é um desenho. Cada um tem suas características. A pessoa me pede para ensinar o desenho mas ele vai sair dela, fluir e ir para o papel", afirma o artista, fazendo um gesto que indica algo que segue dos braços para as mãos em direção ao papel.

Cavani ministra um curso regular de desenho na Galeria Suassuna. "Acho que está havendo entre eles um desenvolvimento surpreendente, incluindo os trabalhos a bico de pena, que é uma coisa que pode acabar se não passarmos adiante. Acho que a situação do desenho, nas escolas e universidades, é algo um pouco complicado. Nas aulas de desenho (que ele ministra na galeria), as crianças têm me chamado a atenção, são crianças com muita paciência", destaca.

Cavani também mostrará desenhos, pinturas e esculturas em uma exposição conjunta com Romero de Andrade Lima, a ser montada na galeria como parte das comemorações pelo primeiro aniversário do espaço cultural. Uma Primavera reúne obras criadas pela dupla, com inspiração na temática das flores. 

"Fui buscar nas coisas que fazia sobre flores, nos quadros, e estou desenvolvendo uma nova série de pinturas chamada Flor da Pele, com obras bem emocionais, fortes. São flores surreais. Tudo parte do princípio de que as pétalas delas são de pele e vou diluindo em outras cores. Também vou apresentar esculturas de épocas diferentes, algumas com formas vegetais, e desenhos a bico de pena", especifica o artista.

Cavani adianta: "Estou desenvolvendo um trabalho com flores voltado para a sexualidade. A partir da história da pele, elas vão desabrochando, interiorizando. A partir disso estou desenvolvendo trabalhos com um conteúdo erótico forte".

"Sempre trabalhei com temas do Nordeste em minha pintura, com as plantas, os pássaros. A novidade na história das flores é ser um tema específico e a ligação com o fato de que a galeria está completando sua primeira primavera, como as pessoas chamam nessa tradição que existe de contar o tempo pelas primaveras. Foi muito prazeroso pintar as flores com essa intenção de comemorar o aniversário da galeria", explica Romero.

"Costumo fazer homenagens a artistas em minhas obras. Desta vez, por exemplo, Monet, Van Gogh, Klimt, Renoir e Frida Kahlo estão no universo de pintores a quem faço referência", completa ele. 

Alexandre Gondim/JC Imagem
Cavani Rosas fazendo uma pintura que estará na exposição - Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
Cavani Rosas trabalha na Galeria Suassuna - Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
Romero de Andrade Lima com uma das novas pinturas feitas por ele - Alexandre Gondim/JC Imagem
Romero de Andrade Lima/Acervo
Homenagem a Picasso, de Romero de Andrade Lima - Romero de Andrade Lima/Acervo
Romero de Andrade Lima/Acervo
No Jardim de Paul Klee, de Romero de Andrade Lima - Romero de Andrade Lima/Acervo
Romero de Andrade Lima/Acervo
Nossa Senhora das Flores, de Romero de Andrade Lima - Romero de Andrade Lima/Acervo
Romero de Andrade Lima/Acervo
Sa?o Fiacre (Santo Erveiro), de Romero de Andrade Lima - Romero de Andrade Lima/Acervo


Flores também estão sendo pintadas por Romero e Cavani em roupas da loja Sarça. O lançamento de uma coleção de roupas e joias inspiradas nas obras da dupla é a outra parte da programação comemorativa. Cavani busca referências nas próprias flores que já desenhou, como uma Bastão-do-Imperador. Romero está pintando flores em preto e branco - "celebrando a tradição nordestina da xilogravura", como ele explica.

Completando a programação da Galeria Suassuna, Romero de Andrade Lima vai ministrar a aula-espetáculo Re-Beatles. Além de versões de músicas do grupo inglês, ele fez alguns desenhos que ilustram a aula. "Quando a banda completou 50 anos, pensei no quanto eles influenciado gerações. Comecei traduzindo as músicas, depois veio a ideia de ilustrar. Tio Ariano usava muito este gênero de espetáculos, para mim é uma forma de contar uma história sem o rigor de uma aula. Ela flui de maneira ambígua, é um pouco aula e um pouco espetáculo. Eu apresento 18 músicas, distribuo as letras para a plateia e conto como elas foram feitas", comenta Romero.

 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias