HISTÓRIA

Terciano Torres lança catálogo da expo 'O Recife Através dos Tempos'

Artista plástico vai autografar a versão impressa da exposição que passeia pela evolução da capital pernambucana

Nathália Pereira
Nathália Pereira
Publicado em 30/05/2017 às 10:00
Foto: Anninha Cavalcanti/Divulgação
Artista plástico vai autografar a versão impressa da exposição que passeia pela evolução da capital pernambucana - FOTO: Foto: Anninha Cavalcanti/Divulgação
Leitura:

Ainda como resultado dos estudos sobre o Recife e seus cenários históricos, o artista plástico Terciano Torres participa hoje, na Caixa Cultural, do lançamento de O Recife Através dos Tempos – A Biografia Ilustrada da Cidade do Recife, catálogo da exposição homônima aberta em março no espaço.

Visitada por mais de 35 mil pessoas, a mostra reúne gravuras desenvolvidas por Torres nos últimos 12 anos, com a função de retratar momentos, paisagens e personagens históricos da capital e, ao mesmo tempo, despertar interesse a respeito dos desdobramentos de tais instantes nos dias contemporâneos. A versão impressa que lança agora é um livreto composto por 35 páginas, contendo todas as imagens da expo mais uma inédita.

Dois meses após a estreia, o artista analisa de duas maneiras as respostas dos visitantes. “O primeiro grande choque que tive foi de como o pernambucano ainda não se deliciou dos centros culturais que tem. Muito da divulgação foi feita boca a boca, através de novas gerações, o que por outro lado foi muito bom, porque trás o novo interessado pela cidade”, conta.

Com a mostra aberta até o próximo domingo (4), ele aponta o que considera a principal observação, como cidadão e artista. “A exposição foi feita em camadas para mostrar como a cidade é mutante e como somos responsáveis por ela. Só mostramos a primeira revolução que houve no Recife, o tombamento do Marco Zero. Ainda há muita coisa a ser contada”.

OFICINA PARA PROFESSORES

Pouco antes do lançamento, às 15h, acontecerá a oficina A Memória da Cidade, ministrada pela professora Ariane da Mota, mestre em Letras pela UFPE, e direcionada aos professores da educação básica da cidade. 

O intuito é fazer da obra de Terciano Torres uma "estratégia de descolonização do imaginário da cidade a partir da obra do artista e as representações do Recife, para leituras da obra e suas possibilidades na aplicação escolar".

As inscrições, gratuitas, podem ser feitas pelos telefones 3425-1900 (Gente Arteira) e 3355-5858 (Centro de Formação Paulo Freire). As vagas são limitadas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias