Memórias

Arte Plural Galeria lança segundo catálogo de sua trajetória

Com quase 100 exposições em 14 anos, a Arte Plural celebra sua história com lançamento de catálogo registrando os grandes nomes e obras abrigadas

Rostand Tiago Rostand Tiago
Rostand Tiago
Rostand Tiago
Publicado em 23/07/2019 às 11:33
Foto: Léo Motta/JC Imagem
Com quase 100 exposições em 14 anos, a Arte Plural celebra sua história com lançamento de catálogo registrando os grandes nomes e obras abrigadas - FOTO: Foto: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

Mais do que exibindo, oxigenando a movimentação artística do Estado, a Arte Plural Galeria comemora seus 14 anos expondo ao público o registro de sua trajetória. No coração do Bairro do Recife, mais especificamente na Rua da Moeda, logradouro com intenso histórico de ebulição cultural, o espaço se consolidou como importante ponto de convergência de expressões artísticas novas e veteranas. O segundo catálogo de toda essa história, contemplando o período entre 2009 e 2017, é lançado na noite de hoje, a partir das 19h, em evento para convidados. O público em geral poderá acessar a publicação a partir de amanhã.

Em uma breve folheada pelo índice, passamos por nomes como Carlos Pragana, Maurício Arraes, Raul Córdula, Yeda Bezerra de Melo, Derlon Almeida e Alexandre Severo. Assim se constata a capacidade do trabalho da Arte Plural em abrigar artistas consolidados em equilíbrio com a garimpagem de novos olhares, desses que só precisam do tempo para serem categorizados como veteranos.

"Desde nosso décimo ano, começamos a trabalhar com uma consultoria que, após um mergulho em nosso acervo, constatou que precisávamos enxugar nosso cast para trazer novos trabalhos, desde que fossem consistentes. É uma política nossa e conseguimos fazer isso. A primeira exposição de Derlon em galeria, por exemplo, foi aqui. Temos esse bom filtro para trabalhos novos que sejam de qualidade", relata Fernando Neves, criador da galeria.

Garimpos e aproximações

Nessa busca, a Arte Plural garante ter sócios afetivos, sempre atentos às atividades artísticas da região, verdadeiros olheiros, que fazem com que o novo chegue aos salões do espaço. Operando sob essas políticas, a vida da galeria já conta com quase 100 exposições e diversas atividades, como saraus, apresentações musicais e projetos artísticos. “A galeria tem, por tradição, ser um espaço fechado. Não somos assim, estamos em um bairro turístico, com uma intensa atividade de passantes, então temos como tradição ser um espaço mais aberto, em diversos sentidos", afirma Neves.

Essa abertura é o que possibilita uma existência para além do aspecto mercadológico, pois a cidade ainda apresenta um circuito muito fechado nesse aspecto comercial. Nesse cenário, a Arte Plural acaba por se lançar em estratégias para formação de público. Palestras, workshops e outras ações de aproximação de públicos, como o atual Gerações Musicais, que promove encontros entres nomes da música local de diferentes épocas.

O catálogo com a segunda parte dessa história será um objeto de consulta na própria galeria, não comercializado. A Arte Plural fica na Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife. O funcionamento é de terça a sexta, 13h às 19h, sábado, das 14h às 18h.

Últimas notícias