cinema marginal

Cineasta Carlos Reichenbach morre aos 67 anos em SP

Reichenbach dirigiu filmes como 'A ilha dos prazeres proibidos' e 'Império do desejo'

do NE10
do NE10
Publicado em 14/06/2012 às 21:05
reprodução da internet
Reichenbach dirigiu filmes como 'A ilha dos prazeres proibidos' e 'Império do desejo' - FOTO: reprodução da internet
Leitura:

Começa a ser velado no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, o cineasta brasileiro Carlos Reichenbach, que morreu na tarde desta quinta-feira (14) aos 67 anos.

A divulgação da morte do artista foi feita através de nota oficial da assessoria de imprensa do diretor, que não cita a causa do óbito. O texto informa apenas que Reichenbach se sentiu mal e morreu a caminho do hospital.

O diretor fez filmes como “A ilha dos prazeres proibidos” (1979), “Império do desejo” (1981), “Filme demência” (1985), “Anjos do arrabalde” (1987), “Alma corsária” (1993) e “Garotas do ABC” (2003) e "Falsa loura" (2007).

Reichenbach era um dos principais atuantes do Cinema Marginal e do cinema da Boca do Lixo. Ele era casado com Lygia Reichenbach e deixa três filhos e uma neta.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias