Investigação

Viúvo de Natalie Wood se nega a responder perguntas sobre morte da esposa

Um advogado de Wagner disse que pôr em dúvida as conclusões iniciais são puro "sensacionalismo"

Da AFP
Da AFP
Publicado em 18/01/2013 às 22:47
Foto: reprodução de internet
Um advogado de Wagner disse que pôr em dúvida as conclusões iniciais são puro "sensacionalismo" - FOTO: Foto: reprodução de internet
Leitura:

O ator americano Robert Wagner recusou-se a falar com os investigadores que reabriram o caso sobre a morte, em 1982, de sua esposa, a atriz Natalie Wood, alegando que já respondeu a todas as perguntas.

Um advogado de Wagner disse que pôr em dúvida as conclusões iniciais, que determinaram a morte acidental por afogamento, são puro "sensacionalismo" e "exploração" do 30º aniversário de falecimento de Wood.

"Wagner colaborou muito nos últimos 30 anos na investigação do afogamento acidentam de sua esposa, em 1981", afirmou em um comunicado Blair Berk, advogado de Wagner, acrescentando que o ator, hoje com 82 anos, já "tinha sido interrogado em várias ocasiões" no passado pela polícia.

Estes comentários ocorrem depois que um informe do instituto médico legal de Los Angeles, divulgado na segunda-feira, revelou que os hematomas encontrados no corpo da atriz podiam não ser acidentais.

O porta-voz do gabinete do oficial de Justiça do condado de Los Angeles, John Corina, disse ao jornal Los Angeles Times, que Wagner é a única pessoa que não quis colaborar com os inspetores à frente do caso desde que a investigação foi reaberta, em novembro de 2011.

"Vimos tentando contactar seu advogado e nossa petição tem sido rejeitada", afirmou.

Protagonista de "Amor, Sublime Amor" e "Rebelde sem Causa", Wood foi encontrada morta por afogamento em 29 de novembro de 1981, aos 43 anos, após uma noite de drinks a bordo de um iate com Wagner e o também ator Christopher Walken, perto da ilha de Santa Catalina, a sudoeste de Los Angeles.

Na ocasião, os investigadores resolveram que a morte foi um acidente.

"Após 30 anos, nem o senhor Wagner, nem suas filhas têm nenhuma informação nova a acrescentar à última investigação", destacou o advogado no comunicado.

No relatório do legista, os especialistas destacam que a atriz tinha hematomas e arranhões recentes no braço, no pulso e no pescoço, que provavelmente ocorreram antes de ela cair nas águas do Pacífico, onde se afogou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias