VELOZES

Porsche no qual morreu Paul Walker bateu a 160 Km/h

Laudos indicaram ainda que o ator e o motorista que conduzia o carro não havia consumido drogas ou álcool antes do acidente

Da AFP
Da AFP
Publicado em 03/01/2014 às 20:36
Foto: Reprodução/Facebook
Laudos indicaram ainda que o ator e o motorista que conduzia o carro não havia consumido drogas ou álcool antes do acidente - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

O Porsche no qual morreu o ator Paul Walker, um dos personagens da saga "Velozes e Furiosos", estava a 160 Km por hora quando bateu e pegou fogo, informaram nesta sexta-feira (3) as autoridades.

"O motorista dirigia o Porsche Carrera GT vermelho (...) a uma velocidade perigosa, de aproximadamente 100 milhas por hora (160 Km/h)", revela o relatório sobre o acidente. Walker, 40, viajava como passageiro no carro de 400 mil dólares, guiado por seu amigo Roger Rodas, 38, que também morreu no acidente.

Os testes toxicológicos revelaram que ambos não haviam consumido drogas ou álcool antes do acidente, ocorrido no dia 30 de novembro na cidade californiana de Santa Clarita, ao norte de Los Angeles.

O motorista perdeu o controle por razões desconhecidas e o carro de 600 cavalos bateu contra uma árvore e um poste de luz. "A força da colisão fez o veículo girar 180 graus (...) e o lado do passageiro se chocou contra outra árvore, antes de o carro explodir em chamas", revela o relatório.

Segundo o documento, o corpo de Walker foi encontrado "calcinado" e em posição "pugilística", expressão que descreve "a forma como os músculos do corpo se contraem devido ao calor, até adotar uma postura similar a de um boxeador". O relatório afirma ainda que o corpo de Walker "não pôde ser identificado visualmente devido à extensão de seus ferimentos".

Walker se destacou como o policial Brian O'Conner na saga "Velozes e furiosos", ao lado de Vin Diesel e de Michelle Rodriguez. Na vida real, Walker disputava corridas de carros e era um adepto da adrenalina, participando das cenas perigosas dos filmes que estrelava.

A morte do ator levou os produtores de "Velozes e Furiosos 7" a suspender as gravações do filme, que seria lançado em julho próximo.

Últimas notícias