Animação

Tim Allen virá ao Recife para o IV Festival Internacional Brasil Stop Motion

Allen irá ministrar uma oficina de stop motion e master class e também levará uma mostra com algumas de produções nas quais trabalhou ao Cinema São Luiz

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 15/10/2014 às 22:10
Foto: Divulgação
Allen irá ministrar uma oficina de stop motion e master class e também levará uma mostra com algumas de produções nas quais trabalhou ao Cinema São Luiz - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O animador inglês Tim Allen, que é o homenageado da quarta edição do Festival Internacional Brasil Stop Motion, estará presente durante todo o evento, que será realizado entre os dias 25 e 29 de novembro no Recife. Allen irá ministrar uma oficina de stop motion e master class e também levará uma mostra com algumas de produções nas quais trabalhou ao Cinema São Luiz, no bairro da Boa Vista, na região central do Recife. O animador é conhecido pelos filmes como A Noiva Cadáver (Corpse Bride, 2005) e Frankenweenie (2012), ambos dirigidos por Tim Burton.

Tim Burton, que se tornou referência em técnicas de stop motion, entrou nesse universo "sem querer". Enquanto visitava a Universidade de Glamorgan, no País de Gales, no Reino Unido, uma funcionária da instituição ofereceu uma aula aberta de animação. Com a aula, Allen ficou instigado a fazer a graduação no curso, apesar de ter cogitado fazer modelagem. Nos últimos 15 anos, o animador aprimorou técnicas, incluindo a criação de cenários, personagens e desenvolvimento de roteiros.

Allen, além da produção de filmes, se tornou professor e palestrante muito respeitado. De acordo com Ana Farache, idealizadora e diretora do Festival, esta é a primeira edição em que um animador é homenageado. Nos anos anteriores, apenas diretores receberam tributos.

O Festival Internacional Brasil Stop Motion é o único da América do Sul dedicado exclusivamente a essa modalidade de animação. Haverão exibições no Cinema São Luiz e na Fundação Joaquim Nabuco, no Derby, na região central do Recife. As mostras terão audiodescrição para portadores de deficiência visual. Já as oficinas e a master class serão realizadas na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), no bairro da Boa Vista, também na região central. As incrições, que serão abertas em breve, e as atividades serão gratuitas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias