Oscar 2019

MinC abre seleção para escolher representante brasileiro no Oscar

Ministério abriu seleção de escolha do filme para concorrer a uma indicação de melhor estrangeiro do Oscar 2019

JC Online
JC Online
Publicado em 25/06/2018 às 11:08
Foto: Divulgação
Ministério abriu seleção de escolha do filme para concorrer a uma indicação de melhor estrangeiro do Oscar 2019 - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O Ministério da Cultura (MinC) abriu, nesta segunda-feira (25), processo seletivo para a escolha do longa-metragem brasileiro que disputará uma vaga entre os cinco indicados ao Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira da Academy of Motion Picture Arts and Sciences – Oscar 2019. As inscrições deverão ser feitas até as 18 horas do dia 17 de agosto, por meio do formulário disponível no portal.

Para participar do processo seletivo, o filme deve ter sido lançado e exibido inicialmente no Brasil, entre 1º de outubro de 2017 e 30 de setembro de 2018, em sala de cinema comercial, por pelo menos setes dias consecutivos. A inscrição deverá ser feita pela produtora titular dos direitos da obra ou da distribuidora autorizada, que poderá inscrever sob o mesmo cadastro quantos filmes desejar.

O anúncio do resultado da seleção será feito pela Comissão Especial de Seleção do Oscar 2019 no dia 11 de setembro. A produtora ou distribuidora do filme selecionado terá até 1º de outubro para enviar à Academy of Motion Picture Arts and Sciences uma cópia do filme em 35mm ou 70mm, juntamente com os demais documentos estabelecidos no edital do concurso.

Comissão Especial de Seleção

A Comissão de Seleção será presidida pelo distribuidor e diretor vice-presidente da Academia Brasileira de Cinema (ABC), Jorge Peregrino. Os demais membros titulares serão a atriz Bárbara Paz, os diretores Flávio Tambellini, Jefferson De, João Jardim e Hsu Chien e a produtora Lucy Barreto. Os suplentes serão a diretora e produtora de festivais Kátia Adler, a produtora Cláudia da Natividade e o produtor e diretor Ricardo Pinto e Silva.

Bingo, o Rei das Manhãs, de Daniel Rezende, foi o longa selecionado para disputar uma vaga entre os indicados ao prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira no Oscar de 2018. Na edição de 2017, o indicado foi Pequeno Segredo, de David Schürmann. Nos últimos anos, também foram indicados Que horas ela volta?, de Anna Muylaert (2016); Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro (2015); O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho (2014); O Palhaço, de Selton Mello (2013); Tropa de Elite 2: o inimigo agora é outro, de José Padilha (2012); Lula, o filho do Brasil, de Fábio Barreto (2011); e Salve Geral, de Sérgio Rezende (2010).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias