Manifestação

Festival de Cinema de Veneza vira palco de protestos

Roqueiro Mick Jagger fez críticas aos presidentes Donald Trump (EUA) e a Jair Bolsonaro (Brasil) por política ambiental

Anna Tenório
Anna Tenório
Publicado em 07/09/2019 às 21:30
Notícia
Alberto PIZZOLI / AFP
Roqueiro Mick Jagger fez críticas aos presidentes Donald Trump (EUA) e a Jair Bolsonaro (Brasil) por política ambiental - FOTO: Alberto PIZZOLI / AFP
Leitura:

Neste sábado, 7, centenas de manifestantes participaram de um protesto contra navios de cruzeiro antes da cerimônia de premiação do Festival Internacional de Cinema de Veneza. Agitando faixas que diziam "Nossa casa está pegando fogo" e "Não aos navios de cruzeiro", os manifestantes sentaram-se do lado de fora do festival principal cercados pela polícia. Dentre as exigências do grupo, ações para combater a mudança climática e a proibição da entrada de cruzeiros na cidade estavam em destaque.

Apoio

De acordo com Chiara Buratti, um membro do comitê de anticruzeiro de Veneza, o assunto deve ser abordado, pois é preciso ter visibilidade. "Pensamos que é mais importante do que qualquer coisa que possamos ver no mundo agora", disse. Ela ainda acrescentou gostaria do apoio de celebridades nesta causa

Os manifestantes receberam o apoio do roqueiro Mick Jagger e do veterano ator Donald Sutherland. "Estou feliz que eles estejam fazendo isso porque são eles que irão herdar o planeta", afirmou Jagger em uma entrevista coletiva para promover o filme The Burnt Orange Heresy. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias