Estrela de How I Met Your Mother revela batalha contra câncer de ovário

A atriz canadense Cobie Smulders quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre doença

Foto: Divulgação
A atriz canadense Cobie Smulders quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre doença - FOTO: Foto: Divulgação

Uma das estrelas da série de TV americana How I Met Your Mother, a atriz canadense Cobie Smulders quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre sua luta contra o câncer de ovário. A artista, que foi diagnosticada como portadora da doença em 2007, abriu o jogo em entrevista à Women's Health, publicação da qual será capa no mês de maio. As informações são do Daily Mail.

Hoje com 33 anos, Cobie Smulders revelou durante a entrevista que soube da doença, considerada pelos médicos como potencialmente fatal, quando tinha apenas 25 anos de idade. À época, a atriz gravava a terceira temporada do seriado americano, mas preferiu manter em segredo seus problemas de saúde. Ela foi submetida a várias cirurgias nos dois anos que se seguiram.

"Eu tive tumores em ambos os ovários e o câncer se espalhou para os meus nódulos linfáticos e os tecidos em torno", afirmou à publicação.

 

Capa da edição do mês de maio da revista Women's Health. Foto: Divulgação

Apesar do diagnóstico, em 2009 a atriz deu à luz a sua primeira filha, Shaelyn, fruto do casamento com o também ator Taran Killam, de "Saturday Night Live". O segundo filho do casal nasceu em janeiro deste ano.

A estrela acredita que nunca se sentirá totalmente livre da doença, mas quer usar suas experiências de uma forma positiva, e ajudar a aumentar a conscientização sobre o câncer de ovário - que matou cerca de 14.000 mulheres no ano passado. "Eu acho que nunca mais vou me sentir livre do câncer", disse. "Agora que estou cinco anos sem, eu estou tentando pensar nisso como uma coisa positiva e que eu posso aprender com isso. E, se eu posso criar mais consciência, eu vou", finalizou a atriz, que está no elenco do filme "Vingadores 2: Era de Ultron".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias