Filho de Reginaldo Rossi é cotado para viver o pai em documentário

O ator Ricardo Rossi foi convidado a estrelar o filme, que tem roteiro de DJ Dolores e direção de José Eduardo Mignoli, que também dirigiu o doc de Chico Science

Foto: Record TV/Reprodução
O ator Ricardo Rossi foi convidado a estrelar o filme, que tem roteiro de DJ Dolores e direção de José Eduardo Mignoli, que também dirigiu o doc de Chico Science - FOTO: Foto: Record TV/Reprodução

Roberto Rossi, ator e filho do saudoso cantor Reginaldo Rossi, está sendo cotado para viver o pai e Rei do Brega no documentário de nome provisório Reginaldo Rossi, Meu Grande Amor. O doc tem roteiro de DJ Dolores, com pesquisa de Edilson Vieira (repórter deste JC) e direção de José Eduardo Mignoli, responsável por dirigir também o filme Caranguejo Elétrico, que contou a história de Chico Science.

O documentário é uma co-produção entre a R-TV Filmes, Globo Nordeste e Globo Filmes, e tem gravações previstas para começarem no fim de março e estreia prevista ainda para o fim de 2017.

Formado como ator pela CAL - Casa de Artes de Laranjeiras em 2007, Roberto Rossi também tem conhecimentos de dança, música, canto, violão e acrobacia aérea. Ele já fez participações em novela e atuou em teatros como Maison de France, Theatro Municipal do Rio e SESC Tijuca.

LADO B DO REI DO BREGA

Atualmente, Roberto Rossi vive no Rio de Janeiro e foi destaque no último domingo (12) no programa Domingo Show, da Record TV, onde revelou que, além de atuar, tem trabalhado como motorista de Uber. Na longa entrevista, o filho de Reginaldo Rossi faz revelações sobre vícios em jogos e dívidas do cantor, que estava falido. "Ganhamos o jazigo e o enterro", disse Roberto sobre o enterro do Rei.

No mesmo programa, foi revelado que Reginaldo Rossi deixou um apartamento para o filho em Recife. Porém, o artista não pagou impostos e, atualmente, o imóvel possui R$ 800 mil em dívidas. Roberto afirmou não ter condições financeiras para regularizar a situação e cuidar da herança.

Durante a entrevista, Roberto Rossi garantiu que não julga os erros do pai na administração dos bens. O filho do Rei do Brega também encontra dificuldades para vender o imóvel, que vale mais de R$ 5 milhões.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias