Leticia Sabatella sobre José Mayer: Não é para linchar, é resistência'

Em entrevista ao Glamurama, a atriz explicou seu posicionamento contra o caso de assédio

Divulgação
Em entrevista ao Glamurama, a atriz explicou seu posicionamento contra o caso de assédio - FOTO: Divulgação

A atriz Leticia Sabatella falou nesta terça (4/4/) ao site Glamurama sobre a campanha contra o assédio que juntou várias atrizes da Globo. A denúncia do assédio surgiu através de um texto da figurinista Susllem Tonani, de A Lei do Amor, que disse que José Mayer tocou na sua genitália e a xingou.

“Tudo isso faz parte da cultura do machismo. (...) Ele não é um monstro, existe uma cultura que incentiva para que isso aconteça. Não é para linchar, mas para alertar para que essa pessoa saia dessa lógica de supremacia, de superioridade que acha que pode exercer sobre a mulher, ainda mais uma hierarquicamente menor na empresa”, disse Leticia Sabatella na entrevista.

Leticia Sabatella ainda continuou: “Então é um caminho da resistência, de se colocar lucidez sobre isso. Se mexe com uma, realmente mexe com todas mesmo. (...) Não quero a propagação do ódio e um bode expiatório, não quero a morte pública de ninguém, mas desculpas são bem vindas. É um alerta necessário. Não foi em vão”.

DESCULPAS

Nesta terça (4/4), José Mayer admitiu que “errou” e pediu desculpas por atos e pensamentos machistas. Antes, havia dito que Susllem Tonani havia confundido gestos do personagem Tião, de A Lei do Amor, com atitudes suas.

José Mayer foi afastado da próxima novela que faria na Globo e não deve ser mais cotado para papéis de galã.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias