House of Cards volta ainda mais comprometida com a realidade e o papel da imprensa

5ª temporada traz a"nação Underwood", revelando de forma clara a manipulação política capaz de estimular o imaginário popular

Foto: Reprodução/Facebook
5ª temporada traz a"nação Underwood", revelando de forma clara a manipulação política capaz de estimular o imaginário popular - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook

A 5ª temporada de House of Cards chega à plataforma de streaming Netflix nesta terça-feira (30) prometendo ainda mais comprometimento com a realidade e colocando nas mãos da imprensa a possibilidade de decidir os rumos políticos de um país. Esta, que será a primeira temporada sem o criador da série, Beau Willimon, também começa a trabalhar o imaginário de nação, da "nação Underwood", revelando de forma clara a manipulação política capaz de estimular na população o imaginário fundamental para a criação de um líder ou como uma liderança é capaz de fazer as pessoas comprarem sua ideia.

>>> Assista ao trailer:

 

Com uma quarta temporada turbulenta, permeada por denúncias e ataque terrorista, o próximo passo da série é enfim revelar os desdobramentos que podem comprometer a vida de Frank Underwood ou o beneficiar como o grande salvador da pátria.

A organização terrorista fictícia ICO, semelhante ao grupo Estado Islâmico (EI), é um dos pontos que traz a série ainda mais para perto da política adotada no mundo real, sobretudo nos Estados Unidos com a gestão Trump. Lidar com o ataque e fragilização da nação serão tarefas fundamentais para a manutenção no poder.

A grave reportagem publicada por Tom Hammerschmidt, interpretado por Boris McGiver, também poderá trazer novos desdobramentos prejudiciais à estabilidade de Frank e Claire Underwood, interpretados por Kevin Spacey e Robin Wright. O papel da imprensa, sobretudo a força dessa contra os desmandos políticos, ditará os próximos passos de Frank e poderá influenciar na relação pessoal dele com a esposa, que já teve sinais claros de rompimento, mas promete estar mais forte do que nunca.

No mais, House of Cards continuará a mostra que estar no poder requer concessões, e ninguém está livre dos contratempos. Ainda mais quando a culpa está presente.

Brasil

No vídeo promocional de divulgação da 5ª temporada, a série tratou de gravar um vídeo especialmente para o Brasil, satirizando o momento de crise que política que ainda é vivenciado no País. O mote desta vez foi a inspiração: quem está sendo influenciado por quem, a série pela política brasileira ou contrário? Assista:

 

O público ainda continuará a ver os problemas no relacionamento de Frank e Claire, que sempre foram fortes aliados. No elenco também estão Michael Kelly, Jayne Atkinson, Neve Campbell, Derek Cecil, Paul Sparks e Joel Kinnaman.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias