Gêmeas processam Chiquinho Scarpa por dizer que tiveram relação tripla

Rosimari Bosenbecker, que foi casada com o socialite, e sua irmã Rosângela pedem danos morais

Reprodução
Rosimari Bosenbecker, que foi casada com o socialite, e sua irmã Rosângela pedem danos morais - FOTO: Reprodução

As irmãs gêmeas Rosimari e Rosângela Bosenbecker entraram com um processo contra o socialite Chiquinho Scarpa. Segundo o site Jota.info, elas pedem danos morais por conta de uma declaração de Chiquinho, que teria insinuado um relacionamento com as duas.

Chiquinho Scarpa foi casado com Rosimari, mais de 20 anos mais nova do que ele. Os dois se separaram em 2010, segundo ele, por “cansaço entre as partes”.

Em uma entrevista a Amauri Jr, Chiquinho disse: “Não me casei com uma, eu me casei com duas, (...) Rosimari e a Rosângela, porque eram duas gêmeas. Capas da Playboy do mundo inteiro”. Na entrevista, ele ainda diz que só levou uma para o altar, “mas sempre estava com as duas”.

No processo, Rosimari pede uma multa de R$ 100 mil em multa para a RedeTV e para Amauri Jr, além de indenização por danos morais no valor de 3% a 5% do patrimônio de Chiquinho. A irmã pede quase o mesmo: a multa para o apresentador e o canal e mais indenização de 2% a 4% do patrimônio do socialite.

CAROLINA DE MÔNACO

Não é a primeira vez que Chiquinho Scarpa é processado por uma de suas insinuações. Ele causou um incidente diplomático por ter dito que a princesa Caroline de Mônaco, tida por todos como virgem, tinha tido relações sexuais com ele Foi processado, segundo ele, por US$ 50 milhões e terminou pedindo desculpas públicas e fazendo um acordo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias