Carmem Virgínia celebra, no Altar, estreia do Cozinheiros em Ação

Chef pernambucana faz parte do time de jurados na nova temporada da atração exibida pelo GNT

Eliana Rodrigues/Divulgação
Chef pernambucana faz parte do time de jurados na nova temporada da atração exibida pelo GNT - FOTO: Eliana Rodrigues/Divulgação

A chef pernambucana Carmem Virgínia é uma das juradas da nova temporada do reality Cozinheiros em Ação, que estreia nesta quinta-feira (10/8), às 20h30, no canal por assinatura GNT. Na atração, apresentada pelo chef paraense Thiago Castanho, Carmem, o mineiro Rusty Marcellini e a paulista Ligia Karazawa experimentam as criações das duplas de parentes que concorrem ao prêmio de R$ 30 mil.

A Yabassé e pesquisadora Carmem Virgínia abre as portas do Altar Cozinha Ancestral, em Santo Amaro, no dia da estreia do programa com um cardápio de petiscos e exibição do primeiro episódio do programa. O samba de Gabi do Carmo e Joana Flor também fazem parte da noite especial. "A temporada já foi toda gravada, mas a gente não assistiu a nada ainda. Será uma surpresa para mim também. Teremos comidinhas para a comemoração assistindo ao episódio", resume Dona Carmem Virgínia, como também é conhecida.

Chef reconhecida, que já participou de vários eventos e programas de TV, Dona Carmem Virgínia sabe o que a conquista de espaços significa. "Queria que as mulheres e meninas negras de terreiro, de comunidade, pudessem se enxergar nisso e sentir que, se eu consegui, elas também podem. Eu não nasci diferente delas. Muitas oportunidades estão aí. Queria que as mulheres soubessem que, seu eu posso, elas também podem", afirma Dona Carmem Virgínia.

A representatividade da mulher negra na TV é algo que também aparece nas entrevistas de Taís Araújo. A atriz acabou fazendo a ponte entre Dona Carmem Virgínia e a equipe do programa, quando essa procurava por novos jurados para o Cozinheiros em Ação. "Taís Araújo me indicou pelo que conhecia do meu trabalho, de mim, pelo que ela via nas redes sociais. A gente nunca tinha se visto pessoalmente. Foi pelas coisas que eu postava nas redes sociais e como eu me portava. Um dia ela disse à diretora: Chegou a hora de mostrar uma negra como chef de cozinha, um cargo de responsabilidade. Vamos mudar isso. Foi quando Taís me indicou", lembra Dona Carmem Virgínia.

Taís e Carmem se conheceram pessoalmente quando a atriz esteve em Pernambuco com o marido, o ator Lázaro Ramos, para encenar o espetáculo O Topo da Montanha. "A gente mantém contato. Tem uma lei que a gente tem que é assim: Quando uma sobe, puxa outra", afirma a chef pernambucana.

Depois dessa ocasião, Carmem Virgínia participou da gravação do projeto Saia Justa Por Aí (GNT) e as "saias" Taís Araújo,  Pitty e Mônica Martelli foram ao Altar conhecer as delícias preparadas por lá.

Sabores

A proposta do programa Cozinheiros em Ação, produzido pela Moonshot Pictures, é valorizar diferentes ingredientes, receitas e produtores locais a cada episódio. "A cozinha brasileira é simples, cheia de gostos e pluralidade. Fiquei muito interessada em conhecer o Brasil pelas pessoas", opina Dona Carmem Virgínia.

Os participantes da temporada vinham das diferentes regiões do Brasil. "Eles eram incríveis, tinham histórias de vida maravilhosas. Foi sensacional. Tinha dona de casa, aspirantes a chefe... Pude sentir que a dona de casa guarda realmente os segredos da cozinha brasileira", avalia Carmem.

Atriz

Em 2017, Dona Carmem Virgínia também já gravou a participação dela num filme, o longa-metragem 1817 - A Revolução Esquecida, da cineasta Tizuka Yamazaki. A personagem dela, Otília, contracena com atores como Bruno Ferrari e Klara Castanho.

"Fiquei muito feliz em fazer Otília. Primeiro pelo lado pessoal. Ela tinha muita coragem, era uma mulher muito aguerrida. Comprou a própria carta de alforria vendendo quitutes no tabuleiro. Ela não tinha medo de ir à luta, lutava muito pelos amigos, e era uma exímia cozinheira", descreve Dona Carmem Virgínia.

"Eu me apaixonei, me enxerguei nessa Otília. Acho que sou uma Otília vivendo em outro tempo", completa.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias