Ex-funcionário que vazou vídeo racista de William Waack invade a Globo

Emissora investiga como Diego Rocha entrou no estúdio para fazer foto irônica

Reprodução / Instagram
Emissora investiga como Diego Rocha entrou no estúdio para fazer foto irônica - FOTO: Reprodução / Instagram

O ex-funcionário da Rede Globo responsável pelo vazamento do vídeo em que o jornalista William Waack faz os comentários racistas que provocaram seu afastamento da televisão voltou a ser notícia. Motivo: ter "invadido" os estúdios da emissora onde postou uma foto sentado justamente na cadeira antes usada por Waack.

O operador Diego Rocha entrou na sede da Globo em São Paulo alegando que tinha questões a resolver no Departamento de Recursos Humanos. Mas foi direto por estúdio onde, depois de se deixar fotografar, ainda postou a foto em suas redes sociais com mensagens irônicas.

INVESTIGAÇÃO

A Globo determinou uma devassa imediata em suas câmeras para saber se houve furto de alguma imagem e para apurar se algum funcionário facilitou seu acesso aos estúdios. William Waack foi afastado de suas funções na Globo e na Globo News após o vazamento do vídeo, vazado, com imagens suas antes de uma transmissão em Nova Iorque

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias