Crackle aposta na série sobre uma gangue de policiais The Oath

Ryan Kwanten, que estrela a produção com Sean Bean, a apresentou no Rio2C junto com o executivo T.C. Schultz

Crackle/Divulgação
Ryan Kwanten, que estrela a produção com Sean Bean, a apresentou no Rio2C junto com o executivo T.C. Schultz - FOTO: Crackle/Divulgação

RIO DE JANEIRO – No dia da estreia da série The Oath no Crackle, sexta-feira (6/4), o ator Ryan Kwanten e o vice-presidente executivo da Sony Pictures Television Networks T.C. Schultz falaram sobre a nova produção e a plataforma de streaming. Ryan (de True Blood) estrela a produção sobre uma gangue de policiais junto com Sean Bean (de O Senhor dos Anéis e Game of Thrones), além de produzi-la.

The Oath foi criada por Joe Halpin (Hawaii Five-O e Secret Lies), que foi xerife por 17 anos, sendo 12 deles trabalhando como agente infiltrado. Steve (Ryan Kwanten) é o líder do grupo de policiais corruptos e irmão de Cole (Cory Hadrict, de True Blood). O pai deles, Tom (Sean Bean), ainda exerce forte influência mesmo estando preso. A cena inicial da série mostra um violento assalto a banco.

"Joe tem um olhar penetrante, até a melhor cara de paisagem não se sustenta na frente dele. Você realmente quer aquele estado quando interpreta um personagem assim. Perguntei a Joe se existia uma palavra que resumisse o show. Ele disse: 'Família'. Pensei que tinha de humanizar Steve. Não sabemos como é levar a vida como policial, mas sabemos o que é ter uma família, ter responsabilidades, perder alguém querido", comentou Joe.

Crackle

Os três primeiros episódios da série The Oath já estão disponíveis e os demais serão lançados às sextas-feiras. O serviço do Crackle é baseado atualmente em três pilares: conteúdo exclusivo, como as séries Top of The Lake China Girl, Absentia, Preacher e a própria The Oath, ou produções distribuídas com exclusividade, como o Doctor Who (BBC) com a atriz Jodie Whittaker; disponibilização de temporadas anteriores de séries do Sony e AXN; filmes blockbusters de estúdios parceiros como MGM e Disney. Para acessá-la, as pessoas podem utilizar o login de operadoras de TV por assinatura ou fazer uma assinatura independente.

Durante o Rio2C, T.C. Schultz também falou sobre a série (Des)Encontros, que estreia em julho no Brasil, pelo Sony. Ela ficará disponível no Crackle e será lançada para outros países da América Latina. Com episódios gravados no Brasil e na Argentina, ela conta com atores como Julia Konrad.

"Existe a obrigação de ter produções brasileiras na programação e acreditamos que é uma coisa maravilhosa. O que estamos fazendo agora é buscar obras feitas no Brasil que funcionem em nossas redes e tenham potencial para distribuição pelo mundo. (Des)Encontros é um exemplo disso. Trabalhamos com a Chocolate Filmes nessa antologia de histórias de amor. Queremos produzir esse formato em outros lugares, é algo que vamos fazer com muitas séries", anunciou.

 A repórter viajou a convite do evento

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias