Vamos filmar em todo o Brasil, garante Amazon Prime

Serviço de streaming anunciou que vai lançar seis séries com produções brasileiras

Foto: Divulgação
Serviço de streaming anunciou que vai lançar seis séries com produções brasileiras - FOTO: Foto: Divulgação

SÃO PAULO - Pouca coisa foi revelada quanto às produções brasileiras da Amazon Prime Video. Sem detalhes, ou spoilers, nem os valores investidos foram divulgados pelo serviço norte-americano de streaming. No evento de lançamento, nessa quarta-feira (4), em São Paulo, o principal ponto abordado pela produtora foi a diversidade desejada nas séries nacionais.

E, como diversidade também se refere às diferenças culturais presentes no Brasil, o vice-presidente de International Originals James Farrel garantiu que as séries nacionais não se limitarão ao eixo Rio-São Paulo. "Vamos para todo o país. Temos clientes em todo canto. Seria um erro não ir para as regiões", disse.

O objetivo, segundo a chefe de Brazil Originals Malu Miranda, é buscar vozes novas, além de, claro, trabalhar com nomes já consagrados no audiovisual brasileiro. Inicialmente, a plataforma anunciou seis séries nacionais, mas o desejo é de também fazer filme próprios da Amazon.

A série "Tudo ou Nada - Seleção Brasileira" já está finalizada e estreia no dia 31 de janeiro de 2020. O reality show "Soltos em Floripa" também deve ser lançado no começo do ano que se aproxima. O drama "Dom" está sendo filmado e, spoiler, teve cenas gravadas na ilha de Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Mas, não muito mais do que isso foi revelado pelo serviço de streaming.

As outras produções, porém, estão em estágios mais iniciais. Um projeto com o cantor Marcelo D2 não teve nada revelado no evento. Com nomes provisórios, a dramédia "Setembro" está em processo de casting e a comédia "Lov3" tem seu roteiro em produção. Ambas foram bem brevemente explicadas pelos roteiristas e a tecla da diversidade batida diversas vezes.

As duas séries devem ter episódios de 30 minutos, mas a quantidade não foi revelada. Em "Lov3", três irmãos, sendo dois gêmeos de 24 anos e uma irmã 10 anos mais velha, vão lidar de diferentes maneiras a uma notícia dada pelos pais do trio. Felipe Braga é o criador e Rafael Lessa, roteirista.

Já as roteiristas Josefina Trotta e Alice Marcone revelaram um pouco mais sobre "Setembro". A história tem como personagem principal Cassandra, uma mulher trans que se muda para o centro de São Paulo e encontra uma criança procurando pelo pai. Nela, além da diversidade de gênero e de orientação sexual, há também um desejo das escritoras de mostrar a cidade mais populosa do país sob o ponto de vista dos imigrantes de diversas regiões.

Alice, uma das roteiristas, é uma mulher trans e destacou que essa não pode ser a única característica a ser citada. Por isso, enxerga a necessidade de traçar a história de Cassandra muito mais do que apenas pelo seu gênero. Do interior de São Paulo, a roteirista acrescentou que trabalha na produção não apenas pela identificação com a personagem principal.

"A série tem como tema principal não a transgeneridade, mas a família e a atualização do conceito de família e possibilidade de famílias se formarem. Peitar o governo que fala que família é homem e mulher. Eu estou cansada de ser colocada nesse lugar de 'apenas'. Eu sou roteirista. Me chamem para o Velozes e Furiosos de vocês", disse Alice, arrancando aplausos dos presentes.

Sem cortes

Por enquanto, os produtos da Amazon Prime Video feitos no Brasil ainda não sofreram com os diversos cortes que afetam a cultura. "Nós sempre tentamos achar os melhores modos de financiar", acrescentou Farrel. Além do Brasil, a empresa norte-americana de streaming tem produções locais no Japão, Índia, França, México e Austrália.

*A jornalista viajou a convite da Amazon Prime Video

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias