polêmica

Justiça aumenta multa por cobrança de ingresso da Bienal

Confira o texto completo da decisão judicial sobre o caso

Isabela Lemos
Isabela Lemos
Publicado em 24/09/2011 às 10:47
Leitura:

Às 20h20, de sexta-feira (23), um oficial de Justiça entregou nova ordem judicial aos representantes da Cia de Eventos, aumentando a multa diária por descumprimento de R$ 3 mil para R$ 15 mil caso continuem cobrando pela entrada da população na Bienal do Livro, no Centro de Convenções, em Olinda, Grande Recife.

Foi concedido um prazo de 24 horas para que sejam dadas explicações sobre o descumprimento da ordem inicial, sob pena de crime de desobediência. O pedido de tutela foi feito pela Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livro (Andelivros), idealizadora e realizadora da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco.

"Desde o princípio, o evento nunca teve fins lucrativos e tinha como objetivo promover a cultura e incentivar a leitura na região", ressalta a Andelivros, em nota. Confira abaixo o texto completo da decisão judicial sobre o caso:



Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias