ESCRITA

Paulo Caldas lança novo livro e coletânea de seus alunos

Obras, editadas pela Bagaço, vão ter noite de autógrafos no Clube Alemão

JC Online
JC Online
Publicado em 19/10/2016 às 5:27
Costa Neto/Secult-PE
Obras, editadas pela Bagaço, vão ter noite de autógrafos no Clube Alemão - FOTO: Costa Neto/Secult-PE
Leitura:

Responsável por comandar uma oficina literária, o escritor Paulo Caldas se via cobrado pelos colegas. Desde 2012 – quando editou Porto dos Amantes – não publicava nenhuma obra sua. Para acabar com o hiato, ele decidiu trazer à tona os poemas que escreveu nas décadas de 1980 e 1990 no volume Círculo Amoroso (Bagaço), que será lançado quinta (20), a partir das 19h, no Clube Alemão.

Na verdade, volume é um dos que será apresentado na ocasião. O próprio Paulo é organizador da coletânea O Dito pelo Não Dito, com textos dos 23 participantes da sua oficina literária. A noite ainda conta com o lançamento de Amor, Amor? Contos de uma Maria, da escritora e médica Maria Batista. Todas as obras saem pela Bagaço, dentro do selo Novo Cenário das Letras em Pernambuco.

“Círculo Amoroso é de uma época em que eu circulava em torno das Edições Pirata, e os pontos de referência eram a Livro 7 e o Beco da Fome. Andava com amigos como Jaci Bezerra, Domingos Alexandre e Juareiz Correya”, lembra Paulo. “Era como se a gente buscasse as musas perdidas no meio daquelas noites.” O autor ainda tem no prelo o livro Sob os Olhos do Dono, escrito com mucio Novaes, que sairá ainda neste ano pela Cepe Editora.

COLETÂNEA

Ao mesmo tempo em que queria lançar o livro, Paulo não se imaginava fazendo um lançamento individual. Aproveitou, então, a publicação da coletânea O Dito pelo Não Dito, que traz contos de 23 autores. As histórias surgiram nas oficinas, a partir do mote de criar uma história a partir de um ditado popular. 

Entre os colaboradores, estão nome atuantes na literatura do Estado, como Rômulo Cesar, André Balaio, Roberto Beltrão e João Graciliano, que assina a apresentação da obra. “São seis anos de oficina, do nosso grupo que surgiu derivado dos aulas de Raimundo Carrero – somos seguidores dele. Nós nos encontramos uma vez por semana no Clube Alemão, trocamos textos, dicas, técnicas”, comenta Paulo. Cada conto parte de um dito diferente, mas nenhuma deles diz explicitamente a frase. “Ficou bonito, interessante e bastante bem escrito”, comemora.

O terceiro lançamento do evento é a obra de Maria Batista. “É uma das autoras mais atuantes dos grupo. Maria tem um texto muito leve, delicado, que parece a figura dela, uma pessoa de fino trato”, elogia o escritor.

Últimas notícias