MÚSICA

Alegria, música e poesia no show d'O Teatro Mágico

Fãs lotaram o Teatro da UFPE para assistir ao show do grupo. Apresentação teve ainda a participação especial de Silvério Pessoa.

Mateus Araújo
Mateus Araújo
Publicado em 26/03/2012 às 6:04
Leitura:

Nem só de palhaço se faz um bom circo. E O Teatro Mágico sabe bem disso. A prova está no show  que a banda fez na última sexta-feira (23), no Teatro da Universidade Federal de Pernambuco, para uma plateia histérica e completamente envolvida com a apresentação. Não faltou nada. No lançamento do novo CD do grupo, A sociedade do espetáculo, música, poesia e números circenses encantaram o público e transformaram o palco em um grande picadeiro.

Antes mesmo do início da apresentação, os fãs já faziam uma festa à parte. Como é de tradição, com os rostos pintados e vestidos de clowns, crianças, adolescentes e jovens desfilavam pelo Centro de Convenções da UFPE, mostrando que o circo parecia ter chegado por ali. Bastaram as luzes se apagarem e o som dos primeiro acordes, gritos e aplausos anunciavam o início do show, tão esperado, que marca o lançamento do terceiro algum da banda, gravado no formato independente.

Logo na abertura, Fernando Anitelli (voz e violão), Galdinno (violino e voz), Rafael dos Santos (bateria), Fernando Rosa (baixo), Silvio de Pieri (flauta, saxofone, acordeon e teclados), Daniel Santiago (guitarras) e Willians Marques (percussão) colocaram todo mundo para dançar ao som da canção Além, porém aqui. O grupo não parou um segundo. “A gente fica tão feliz chegando aqui e tendo essa recepção tão calorosa”, confessa Anitelli.

No repertório do show, O Teatro Mágico entoou um misto de novas e antigas canções. Na seleção, estavam Pena, Nosso pequeno castelo, Quermesse, Da entrega e Você me bagunça. Músicas gravadas nos discos Entrada para raros, Segundo Ato e A sociedade do espetáculo – trilogia musical da banda. Para fechar a noite, a banda recebeu como convidado especial o músico pernambucano Silvério Pessoa. Juntos, eles cantaram Nas terras da gente, de Silvério, e Abaçaiado, do grupo.

Leia a matéria completa no Caderno C desta segunda-feira (26).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias