show

Cena independente tomou conta dos palcos

Juliano Holanda e Banda Desinée foram as principais atrações na cidade na noite de sexta-feira

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 01/02/2014 às 14:52
foto: Allan Nascimento
Juliano Holanda e Banda Desinée foram as principais atrações na cidade na noite de sexta-feira - FOTO: foto: Allan Nascimento
Leitura:

A cena independente foi a dona dos palcos da cidade na noite desta sexta-feira. Juliano Holanda e seus convidados se apresentaram no Teatro Santo Isabel e a galera da banda Dessinée, no Estelita. Duas apresentações em horários que não se chocavam, mas que, de qualquer forma, competiam com o fim de Amor à Vida, novela da TV Globo que exibiu seu último capítulo na mesma noite.

Holanda levou muito gente para o Santa Isabel. Só que mesmo com entrada gratuita, não foi foi suficiente para lotar a casa. Dividindo o show quase todo o tempo com ótima cantora Isadora Melo, uma das vozes mais belas que começa a surgir no cenário, o músico convidou ainda para cantar com ele o cantor Carlos Ferrera e Geraldo Maia, três nomes que participam do disco 'A arte de ser invisível', o elogiado primeiro trabalho solo de Juliano. Fugindo do roteiro, Públius Lentulus, que estava só assistindo, também foi convidado a cantar junto com o músico, com quem divide algumas parcerias.

Juliano fez um show onde dialogou com a plateia o tempo inteiro. Pro bis que improvisou, nem saiu com os músicos do palco. Nesse final, convocou Zé Manoel, que o acompanha na banda, a cantar sozinho e depois todos os outros convidados voltaram ao palco para improvisar o desfecho da apresentação. Improvisar mesmo, até porque faltou microfone para a maioria. Sempre buscando criar intimidade com o público, a apresentação correta agradou muito e não faltaram aplausos durante todo o show.

Já a Dessinée tocou para menos pessoas no agradável Estelita. Os músicos demoraram a começar a apresentação esperando reunir um público maior na casa, uma vez que muita gente tem o hábito de chegar tarde nesses eventos. A festa de ontem, chamada de Chanteclair, nomeia também o disco que a banda promete lançar em breve. Eles começaram a apresentação com a exibição do videoclipe 'Perdizes', que foi lançado há três semanas no Youtube e já foi visto por mais de dez mil pessoas na web. Como nas outras apresentações, os músicos conseguiram arrancar dancinhas do público com um ótimo repertório de clássicos da música francesa e também composições da própria banda. Além disso, como não pode faltar agora, também fizeram uma breve homenagem ao Rei Reginaldo Rossi.

Os meninos da banda tocam muito bem, o som estava bom, além de que a acústica da casa também é boa, mas ficaram devendo um pouco de empolgação, de entrega mais no palco. A proposta do grupo permite uma performance com mais brincadeiras, jogar mais com o público. O único problema técnico que apresentaram foi que a voz de Clarice, a vocalista, em alguns momentos estava abaixo do tom da banda e por vezes não era possível ouvi-la. Mas quem foi terminar sua noite por lá, que ainda teve o DJ Patricktor4, encontrou a diversão prometida pela festa.

Veja o videoclipe da banda Dessinée:


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias