MPB

João Bosco evoca os ícones

O compositor mineiro homenageará artistas que consagraram suas músicas, como Elis e Tom Jobim

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 21/03/2014 às 11:29
Foto: divulgação
O compositor mineiro homenageará artistas que consagraram suas músicas, como Elis e Tom Jobim - FOTO: Foto: divulgação
Leitura:

Passado o Carnaval, o Manhattan Café Theatro, em Boa Viagem volta nesta sexta-feira (21) às atividades e para cumprir esse feito convidou o cantor, compositor e violista mineiro João Bosco, um dos ícones da música popular brasileira. O mineiro chega à casa para duas apresentações, já que amanhã ele também sobe ao palco para cantar seus principais sucessos. 

No repertório, clássicos como Papel machê, O bêbado e a equilibrista, Jade e As escadas da Penha, entre outras músicas que marcaram seus 40 anos de carreira, comemorados no ano passado. O músico, inclusive, veio em 2013 para duas apresentações, com menos de um mês de intervalo entre elas, para apresentar a turnê comemorativa às duas décadas de estrada. Este espetáculo deve servir de base para a apresentação que faz hoje na casa de shows, onde também vai homenagear companheiros de composições e artistas que consagraram suas músicas, como Elis Regina, e também cantar músicas de outros ícones da bossa nova, como Tom Jobim e Vinicius de Moraes. 

Quem faz a abertura dos shows, é o grupo dos Garçons Cantores, residente do Manhattan. A casa de espetáculo passou por uma repaginação, durante o período em que passou fechada. O espaço foi ampliado para dar mais conforto ao público, passando a contar com capacidade para 350 pessoas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias