Inédita

Thom Yorke lança música online no esquema 'pague quanto quiser'

A faixa inédita de sua carreira solo foi divulgada na página do artista no site Bandcamp

Da Folhapress
Da Folhapress
Publicado em 26/12/2014 às 23:01
Foto: Reprodução/Facebook
A faixa inédita de sua carreira solo foi divulgada na página do artista no site Bandcamp - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

O músico Thom Yorke, líder da banda Radiohead, lançou nesta sexta (26) na internet a música "Youwouldn'tlikemewheni'mangry". O título, com todas as palavras coladas umas às outras, significa "você não gostaria de mim quando estou com raiva".

A faixa inédita de sua carreira solo foi divulgada na página do artista no site Bandcamp. Lá, ela pode ser ouvida gratuitamente ou baixada após pagamento do valor que o próprio fã determinar.

A partir desta sexta (26), também fica disponível no site o disco "Tomorrow's Modern Boxes", que o cantor lançou, de surpresa, em setembro. Na época, em ação inovadora, o disco saiu unicamente, a US$ 6 (cerca de R$ 14,50), por meio da ferramenta BitTorrent, que permite realizar o download de arquivos colocados em sites.

Agora o disco completo pode ser ouvido, em streaming, de graça, mas para baixá-lo é preciso dar um valor a partir de £ 3,86 (R$ 16). Este é o segundo disco solo de Yorke, que lançou em 2006 "The Eraser".

"O Bandcamp é menos técnico que o BitTorrent e funciona em dispositivos móveis da Apple", explicou Yorke em sua conta no Twitter, sobre a nova estratégia.

Em setembro, em um comunicado oficial, Yorke disse que, se sua jogada fosse bem-sucedida, poderia "revolucionar a indústria da música". "É um experimento para ver se os mecanismos do sistema são algo que o público geral consegue lidar", escreveu.

TESTES

Essa não é a primeira vez que Thom Yorke coloca um trabalho seu à disposição no esquema "pague quanto quiser". Com o Radiohead, seguiu essa ideia no lançamento do álbum "In Rainbows", em 2007.

O cantor é um grande crítico dos formatos de distribuição on-line de música e já questionou anteriormente os royalties pagos a artistas por serviços de streaming como o Spotify.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias