Morte

Corpo de Inezita Barroso é sepultado em São Paulo

A cantora foi vítima de insuficiência respiratória, depois de ficar internada no Hospital Sírio-Libanês

Da ABr
Da ABr
Publicado em 09/03/2015 às 22:45
Foto: Marcos Santos / USP Imagens
A cantora foi vítima de insuficiência respiratória, depois de ficar internada no Hospital Sírio-Libanês - FOTO: Foto: Marcos Santos / USP Imagens
Leitura:

O corpo da cantora e apresentadora Inezita Barroso foi sepultado por volta das 17h desta segunda-feira (9), no Cemitério Gethsêmani Morumbi, em São Paulo.

Inezita Barroso morreu na noite de ontem (8), aos 90 anos, vítima de insuficiência respiratória, depois de ficar internada no Hospital Sírio-Libanês desde o dia 19 de fevereiro. Hoje, o corpo da cantora foi velado na Assembleia Legislativa de São Paulo.

A artista apresentava o programa semanal Viola, Minha Viola, na TV Cultura, há 35 anos. Inezita teve atuação marcante na abertura de espaços a talentos da música caipira e em diferentes áreas da cultura nacional. Além de gravar músicas de sucesso como Ronda, A Marvada Pinga e Lampião de Gás, foi uma das primeiras atrizes da antiga Companhia Cinematográfica Vera Cruz.

A cantora nasceu em São Paulo e viveu entre o bairro Barra Funda, na capital, e a fazenda da família, no interior do estado. Formada em biblioteconomia, Inezita tinha grande interesse nos valores regionais do Brasil e tornou-se professora universitária de folclore nacional.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias