Medo

Prince, Foo Fighters e outros cancelam shows na Europa após atentados

Paris e Viena receberiam shows de Prince

Folhapess
Folhapess
Publicado em 16/11/2015 às 17:07
AFP
Paris e Viena receberiam shows de Prince - FOTO: AFP
Leitura:

O músico norte-americano Prince se juntou à banda irlandesa U2 e aos roqueiros norte-americanos do Foo Fighters, entre outros artistas, e cancelou apresentações na França e em outras partes da Europa em reação aos ataques terroristas de sexta (13) em Paris.
Ao anunciar que o cantor não irá tocar mais no dia 24 de novembro, a famosa sala de espetáculos Wiener Konzerthaus de Viena disse em seu site: "Devido aos acontecimentos trágicos em Paris, o promotor da turnê decidiu adiar a iminente turnê europeia até segunda ordem".
Segundo a agência de notícias France Press e sites franceses, Prince também cancelou dois shows marcados para o início de dezembro no Palais Garnier de Paris. Os organizadores das apresentações não comentaram a decisão.
No sábado (14), a banda americana Foo Fighters também anunciou o cancelamento de seus próximos shows na Europa.
O grupo tinha marcadas quatro apresentações, que encerrariam sua atual turnê: no sábado em Turim, na Itália, nesta segunda (16), em Paris, na terça (17), em Lyon, e na quinta (19), em Barcelona
No dia seguinte aos atentados, que mataram ao menos 129 pessoas, o U2 anunciou a suspensão dos dois shows que realizariam no sábado e domingo (15) em Paris, mas, por já estar na cidade, decidiu comparecer à casa de espetáculos Bataclan, local onde estava a maioria das vítimas, para prestar uma pequena homenagem.
Bono Vox, David Howell Evans "The Egde" e Adam Clayton levaram flores que foram colocadas na calçada na frente da Bataclan, na qual já se acumulavam dezenas de outras homenagens aos mortos.
"Com profunda tristeza e preocupação com todos em Paris que nós fomos forçados a anunciar o cancelamento do resto de nossa turnê. À luz dessa violência sem sentido, o fechamento das fronteiras e o luto internacional, nós não podemos continuar agora. Nossos pensamentos e orações para todos que estão feridos ou que perderam entes queridos", anunciou a banda por meio do Facebook.
A banda britânica Coldplay também decidiu se solidarizar com as vítimas de Paris e, em sinal de respeito, adiou um show em Los Angeles (EUA), em que tocariam pela primeira vez algumas músicas de seu novo disco, "A Head Full of Dreams".
Os seis ataques coordenados de sexta - tomada de reféns no Bataclan, três explosões próximas ao Stade de France, onde acontecia um jogo de futebol, e tiroteios em bares e cafés no centro - foram a maior ação terrorista da historia de Paris.
O grupo norte-americano Eagles of Death Metal se apresentava na casa de shows no momento dos atentados e saiu ileso. Um de seus promotores, Nick Alexander, porém, morreu, assim como três pessoas que trabalhavam para a gravadora Universal Music.
A banda também decidiu cancelar sua turnê europeia, segundo informou neste domingo (15) a organizadora de seus shows na Alemanha.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias