show

Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e companhia

Nívea Viva Rock Brasil, no Parque Dona Lindu, zona sul da capital pernambucana, repassou 60 anos do rock nacional

Rafael Carvalheira
Rafael Carvalheira
Publicado em 30/04/2016 às 21:42
Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Uma multidão vibrou no Dona Lindu, zona sul do Recife, na tarde/noite deste sábado, com o Nívea Viva Rock Brasil. O evento reuniu no mesmo palco vozes e performances de Nando Reis, Paula Toller, Os Paralamas do Sucesso e Marjorie Estiano, que substituiu a baiana Pitty, que mantém repouso por conta da gravidez.

Todos eles acompanhados por uma “banda dos sonhos”, formada por Dado Villa-Lobos (ex-guitarrista da Legião Urbana), Maurício Barros (tecladista do Barão Vermelho), Rodrigo Suricato (voz, guitarra e violão da Suricato) e Milton Guedes (gaitista e saxofonista de Lulu Santos).

Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem
Guga Matos/JC Imagem
Recife vai ao delírio com rock de Paula Toller, Paralamas, Nando Reis e Companhia - Guga Matos/JC Imagem

 

A segurança foi um dos grandes pontos fortes do evento, contando com diversas equipes da cavalaria da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, além de segurança privada. A megaestrutura de palco, dos telões e dos canhões de iluminação permitiu que a plateia pudesse acompanhar confortavelmente a evolução do rock brasileiro, numa espécie de antologia do gênero, com direção geral de Monique Gardenberg.

Foram duas horas e meia repassando sucessos desde a década 60 até os dias atuais. Confira abaixo uma hora e meia de transmissão do JC no evento.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias