Ícone

Prince morreu de overdose de opiáceos, segundo autópsia

Médico do cantor será investigado por supostas prescrições

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 02/06/2016 às 15:38
Reprodução
Médico do cantor será investigado por supostas prescrições - Reprodução
Leitura:

De acordo com o resultado da autópsia, Prince morreu de overdose de opiáceos. A confirmação foi dada nesta quinta-feira (2), por uma fonte da polícia, como informou a agência AP. O cantor foi encontrado morto em sua casa, em Minneapolis, no dia 21 de abril. 

As autoridades agora vão investigar o médico do cantor para saber se ele prescreveu os opiáceos ao artista dias antes de sua morte. Michael Todd Schulenberg, que cuidava do multiartista, visitou Prince nos dias 7 e 20 de abril, mas a polícia não sabe se ele receitou algum novo medicamento ou até mesmo que remédios o americano tomava habitualmente.

Rumores sobre uma possível dependência química do artista circularam logo após sua morte. O jornal Minneapolis Star Tribune disse que o artista tinha tido uma overdose de opiáceos seis dias antes de morrer e que iria começar um tratamento para overdose pouco antes de falecer.


Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias