ACADEMIA

Academia da Berlinda faz show de lançamento do álbum 'Nada Sem Ela'

Terceiro disco da banda será tocado na íntegra, hoje, no Clube Bela Vista

Nathália Pereira
Nathália Pereira
Publicado em 19/08/2016 às 8:39
Foto: Divulgação
Terceiro disco da banda será tocado na íntegra, hoje, no Clube Bela Vista - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

Cotidiano, natureza e as faces do feminino são a cara de Nada Sem Ela, terceiro disco da banda Academia da Berlinda que será lançado em show oficial, hoje, no Clube Bela Vista. Independente e disponível para download gratuito desde julho, o sucessor de Olindance (2011) tem 14 faixas e reforça o caráter coletivo e autoral do grupo.

O processo de composição teve início em 2015, entre reuniões com amigos, como conta o vocalista Alexandre Urêa. “A gente se juntava com uma galera como Victor Camaroti e Bruno Lins (da Fim de Feira) e muitas letras iam aparecendo”. Foi no sítio do baixista Yuri Rabid, em Olinda, que o álbum começou a de fato se desenhar, com a criação dos arranjos e jams sessions, de onde saiu a última música do álbum, Carro do Gás. “O nome é uma gíria que a gente sempre usa, daí comecei a cantar em cima dos instrumentos e quando vi tínhamos mais uma pronta”, conta Urêa.

O clima das gravações foi compartilhado com os fãs através do canal da banda no YouTube:

De lá, partiram para o Estúdio Casona, em Candeias, onde gravaram quase tudo ao vivo. A escolha por menos bateria e mais toques percussivos não por acaso dialoga com a Cumbia, ritmo colombiano marcante no trabalho da banda. Experimentações mais elétricas aparecem em Corpo Elétrico, “um afrobeat que te dá a liberdade de dançar junto ou separado”, conta o vocalista. 

A musicalidade natal, no entanto, continua em seu lugar cativo e dá as caras em Dorival, afoxé cantado por Lula Lira. As participações dela, de Fábio Trummer, Lia de Itamaracá, Otto e Rapha B. foram surgindo organicamente, como todo o processo de elaboração, positivamente influenciado, segundo Urêa, pela independência da Berlinda. “Somos sete, fechar uma música que agrade a todos demora e ter controle sobre o que fazemos nos dá essa liberdade, assim como poder decidir a respeito do produto final sem depender das normas de uma gravadora”, avalia.

REPERTÓRIO

No show de hoje, ele, Tiné (voz e maracas), Yuri Rabid (baixo), Gabriel Melo (guitarra), Hugo Gila (teclados e synth), Irandê Naguê (percussão) e Rapha B. (substituindo Tom Rocha na bateria), tocam Nada Sem Ela na íntegra, dentro da setlist de 26 músicas que conta, também, com os sucessos dos outros discos. Para os amantes do formato físico, o álbum estará à venda durante a apresentação.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias