Nota

"Foi exatamente como o esperado", diz comunicado de Paula Fernandes

Segundo a nota, Paula Fernandes e Andrea Boccelli não tiveram tempo de ajustarem nova formação da canção, o que gerou um aparente desencontro musical

JC Online
JC Online
Publicado em 14/10/2016 às 21:54
Foto: Reprodução
Segundo a nota, Paula Fernandes e Andrea Boccelli não tiveram tempo de ajustarem nova formação da canção, o que gerou um aparente desencontro musical - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Após a cantora Paula Fernandes não conseguir levar adiante a canção Vivo Por Ella durante um show com o tenor italiano Andrea Bocelli, a assessoria da cantora emitiu uma nota afirmando que apresentação seguiu conforme o ensaiado. Um vídeo da apresentação gerou uma forte repercussão nas redes sociais da cantora, com alguns internautas alegando que que ela não ensaiou e constrangeu a todos pela falha.

Segundo a assessoria, nem Paula e Boccelli tiveram tempo de ajustarem nova formação da canção, o que gerou um aparente desencontro musical.

Confira abaixo a nota divulgada pela assessoria de Paula Fernandes:

Uma noite de lindas emoções marcaram a apresentação do inesquecível dueto de Paula Fernandes e Andrea Bocelli. Foram três musicais com participação da cantora: “Além da Vida”, uma composição de Paula e Victor Chaves, “Canto Della Terra” e “Vivo Por Ella” (ambas compostas por Bocelli).

Todos executados com muita sensibilidade e sintonia. O último, “Vivo por Ella”, inclusive, foi interpretado pela Paula exatamente como o ensaiado e esperado. Haveria, neste caso, mais uma participação, cancelada no momento em que Paula entrou no palco, por questão de saúde.

Com isso, nem Paula, nem Bocelli tiveram a oportunidade (tempo) de ajustarem nova formação da canção. Fato que gerou um aparente desencontro musical. O que, em nada, muda o sentimento e a honra de terem, Paula e Bocelli, dividido o mesmo palco.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias