Jacksons

Filha de Michael Jackson acredita que cantor foi assassinado

Em entrevista à Rolling Stone, Paris Jackson afirma: "Foi uma armadilha"

JC Online
JC Online
Publicado em 24/01/2017 às 13:48
Reprodução
Em entrevista à Rolling Stone, Paris Jackson afirma: "Foi uma armadilha" - FOTO: Reprodução
Leitura:

Paris Jackson, filha de Michael Jackson, estampa a capa da edição americana da Rolling Stone de fevereiro. A jovem, que está se lançando na carreira de modelo, deu entrevista reveladora à publicação e, entre outras coisas, afirma acreditar que seu pai foi assassinado.

Michael Jackson morreu em 2009, em decorrência de parada cardíaca, resultante de overdose de medicamentos. A polícia americana concluiu que, de fato, o Rei do Pop foi vítima de homicídio, já que teria havido negligência médica por parte do cardiologista Conrad Murray, que foi preso. Paris Jackson, no entanto, acredita que a morte do pai foi resultado de uma armadilha.

"Todos indícios apontam para isso [o suposto assassinato de Michael]. Soa totalmente como uma teoria da conspiração e uma besteira, mas os faz reais e todos da família sabem. Foi uma amardilha”, enfatizou à publicação.

CARREIRA

Aos 18 anos, Paris tem dado os primeiros passos em direção à carreira de modelo. Ela também investe na carreira de atriz, na qual pretende se lançar em breve. Modelar, para ela, tem se apresentado como uma solução terapêutica. "tive problema de autoestima por muito, muito tempo. Muitas pessoas acham que sou feita, outras não. Mas há um momento quando estou modelando que esqueço dos meus problemas de autoestima e foco no fotógrafo", afirmou à publicação

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias