Carnaval

Prefeitura inicia ciclos de diálogos com entidades carnavalescas

Enontros acontecem regularnemente no museu Cais do Sertão

JC Online
JC Online
Publicado em 03/11/2017 às 16:06
Divulgação
Enontros acontecem regularnemente no museu Cais do Sertão - FOTO: Divulgação
Leitura:

A Secretaria de Cultura do Recife começou, esta semana, uma série de conversas sistemáticas com entidades carnavalescas do Recife para melhor ajustar o tradicional concurso de agremiações do Carnaval do Recife.

No último dia 31, o museu Cais do Sertão foi sede do primeiro encontro. A abertura contou com a presença da secretária de Cultura do Recife, Leda Alves, e do secretário executivo de Cultura, Eduardo Vasconcelos.

“Esses encontros são um terreno fértil. Quanto mais a gente ouvir os brincantes, mais vai aprender. Porque fazer Carnaval não é uma coisa simples. Não se trata de um evento. Carnaval é instrumento de luta: assegura cidadania por meio da cultura", discursou a secretária.

Nós que mantemos o Carnaval na rua, com paixão, amor e dedicação”, disse, por sua vez, Rosane Correia, do Clube Carnavalesco Misto Maracangalha.

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO:



8/11 - Bois de Carnaval e Ursos (La Ursa):Romero Araújo (Carnavalesco e Pesquisador do Museu Cais do Sertão) e Aelson da Hora (Carnavalesco/ Presidente da FECBOIS)

9/11 - Maracatus de Baque Virado e Afoxés: Joana D´Arc (Carnavalesca/ Presidente do Baque Mulher/ Mestra do Maracatu Encanto do Pina), Ester Monteiro (Pesquisadora e brincante do Afoxé Oyá Tocolé) e Wanessa Paula (Carnavalesca/ Presidente do Maracatu Cambinda Estrela).

10/11 - Escolas de Samba e Blocos de Samba: Rogério Alves (Carnavalesco/ Presidente do Bloco de Samba Bole Bole), Nielson (Carnavalesco/ Presidente da Escola de Samba Deixa Falar) e Hugo Menezes (Professor Doutor em Antropologia)

14/11 - Maracatus de Baque Solto: Maria Alice (Pesquisadora) e Manoel Salustiano (Carnavalesco/ Presidente da AMBS)

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias