Pink Floyd

Roger Waters quer visitar Lula na prisão

Advogados do artista entraram com petição na Justiça

Bruno Albertim
Bruno Albertim
Publicado em 26/10/2018 às 16:46
Reprodução
Advogados do artista entraram com petição na Justiça - FOTO: Reprodução
Leitura:

Em sua turnê pelo Brasil marcada por contundentes críticas ao candidato à presidência Jair Bolsonaro, a quem ele chama abertamente de fascista, o ex-líder do Pink Floyd Roger Waters quer visitar o ex-presidente Lula na prisão antes de deixar o País.
O artista inglês entrou com um pedido na Justiça para visitar o ex-presidente na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde Lula está preso desde abril.

REGRAS DE MANDELA

Seus advogados alegam, na petição, que Roger Waters é uma personalidade de reputação mundial na defesa dos direitos humanos e citam as “Regras de Mandela”, o tratado da Organização das Nações Unidas (ONU) que garante a todo custodiado o contato com o mundo exterior.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias