Turnê

Marco Nanini em cena no Recife com Pterodátilos

Peça dirigida por Felipe Hirsch é apresentada hoje e amanhã no Teatro da UFPE

Flávia de Gusmão
Flávia de Gusmão
Publicado em 28/10/2011 às 6:00
Peça dirigida por Felipe Hirsch é apresentada hoje e amanhã no Teatro da UFPE FOTO:
Leitura:

Com dois textos de Nicky Silver (EUA), o diretor Felipe Hirsch, o ator Marco Nanini e o produtor Fernando Libonati montaram a peça Os solitários, que recebeu o prêmio APCA na categoria melhor espetáculo em 2002. Mas a história deles com a obra do norte-americano não terminou com a realização daquele trabalho. Ao se reunir em 2010, o trio decidiu criar outra versão para um dos textos que integravam o espetáculo: Pterodátilos. A nova produção teatral estreou ano passado no Rio de Janeiro e será apresentada hoje e amanhã, no Teatro da UFPE, como parte de uma turnê pelo Nordeste.

Pterodátilos, descrita como “uma comédia negra absurda”, mostra uma família rica e cercada de conflitos. Violência, abandono e alcoolismo fazem parte parte do cotidiano dos personagens. Marco Nanini se divide entre os papéis de Artur (o pai) e Ema (a filha) e já recebeu elogios por esta interpretação. O núcleo familiar também é formado por uma mãe alcoólatra (interpretada por Mariana Lima), o filho Todd (Álamo Facó) e Tom (Felipe Abib), o namorado de Ema, que acaba sendo transformado em empregado da casa.


A matéria completa está no Caderno C de hoje (28/10), no Jornal do Commercio.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias