personalidades

Teatro Santa Isabel recebe noite de gala da cultura brasileira

Entrega das insígnias da Ordem do Mérito Cultural deixou o eixo Rio de Janeiro-São Paulo-Brasília e foi realizada, pela primeira vez, no Recife

Da editoria Caderno C
Da editoria Caderno C
Publicado em 09/11/2011 às 22:09
Foto: Clemilson Campos/JC Imagem
Entrega das insígnias da Ordem do Mérito Cultural deixou o eixo Rio de Janeiro-São Paulo-Brasília e foi realizada, pela primeira vez, no Recife - FOTO: Foto: Clemilson Campos/JC Imagem
Leitura:

Pela primeira vez, a entrega das insígnias da Ordem do Mérito Cultural deixou o eixo Rio de Janeiro-São Paulo-Brasília e foi realizada, na noite desta quarta-feira (9), no Teatro Santa Isabel. Como é de praxe, a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, recebeu das mãos do governador Eduardo Campos a condecoração e disse que estavam sendo lembradas “pessoas que souberam e sabem expressar a nossa alma”.

Apesar do foco da noite serem as homenagens, Eduardo Campos fez questão de dizer que prestava à ministra sua “solidariedade cultural, mas também política. A mesma que prestamos ao então ministro Gilberto Gil”. A declaração aparentemente foi uma tentativa de dizer que estava ao lado da gestora, mesmo com todas as críticas ela vem recebendo por sua atuação à frente do Ministério.

Um dos homenageados, o ator Chico Diaz, de 52 anos, lembrou que a escolha do Recife para sediar a festa “mostra também a importância da produção regional e independente. Valoriza o cinema de Recife, a cultura de Pernambuco e de toda a região”, disse ele, que participou do longa-metragem pernambucano Amarelo Manga.

Entre as 51 personalidades lembradas com a mais alta condecoração da cultura brasileira o músico e dançarino Antônio Carlos Nóbrega seria o único artista vivo a receber a insígnia na classe grã-cruz, mas ele não pôde comparecer e mandou representante.

» Segue a lista completa:

NA CLASSE GRÃ-CRUZ:

1. Ana Lima Carmo (Ana Montenegro), in memoriam;
2. Clarice Gurgel Valente (Clarice Lispector), in memoriam;
3. Gustavo Dahl, in memoriam;
4. Helena Kolody, in-memoriam;
5. Herbert José de Souza (Betinho), in memoriam;
6. João Batista Vale (João do Vale), in memoriam;
7. Leila Roque Diniz (Leila Diniz), in memoriam;
8. Lélia Abramo, in memoriam;
9. Lourenço da Fonseca Barbosa (Capiba), in memoriam;
10. Mario Lago, in memoriam;
11. Nelson Antonio da Silva (Nelson Cavaquinho), in memoriam;
12. Paulo Reglus Neves Freire (Paulo Freire), in memoriam;
13. Pelópidas Guimarães Brandão Gracindo (Paulo Gracindo), in memoriam;
14. Renato José Pécora (José Renato), in memoriam;
15. Valdemar de Oliveira, in memoriam;
16. Walter Campos de Carvalho (Campos de Carvalho), in memoriam;
17. Zuleika Angel Jones (Zuzu Angel), in memoriam;
18. Antonio Carlos Nobrega de Almeida (Antonio Nobrega).

NA CLASSE COMENDADOR:

1. Antonio Pitanga Luiz Sampaio (Antonio Pitanga);
2. Apolonio Melonio;
3. Claudett de Jesus Ribeiro (Claudett Ribeiro);
4. Elizabeth Santos Leal de Carvalho (Beth Carvalho);
5. Espedito Velozo de Carvalho (Espedito Seleiro);
6. Glênio Alves Branco Bianchetti (Glênio Bianchetti);
7. Héctor Eduardo Babenco (Héctor Babenco);
8. Ítala Maria Helena Pellizzari Nandi (Ítala Nandi);
9. Jair Rodrigues de Oliveira (Jair Rodrigues);
10. João Pereira das Neves Filho (João das Neves);
11. Luiz Carlos dos Santos (Luiz Melodia);
12. Lygia Bojunga Nunes (Lygia Bojunga);
13. Teresinha Barros Costa Rêgo (Tereza Costa Rêgo).

NA CLASSE CAVALEIRO:

1. Adriana Varejão Fonseca (Adriana Varejão);
2. Afonso Augusto Borges Filho (Afonso Borges);
3. Evando dos Santos (O Pedreiro);
4. Francisco Díaz Rocha (Chico Diaz);
5. Vicente José de Oliveira Muniz (Vik Muniz).

ENTIDADES (Sem Grau de Classe)

1. Academia Brasileira de Letras;
2. Associação Antônio Vieira – Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos (Memorial Jesuíta);
3. Associação Capão Cidadão;
4. Associação Dançando para Não Dançar;
5. Associação de Moradores e Pequenos Produtores Rurais de Salina e Adjacências (Grupo de Tradições Culturais Samba de Cumbuca);
6. Associação dos Artesãos de Santana de Araçuaí;
7. Associação dos Artistas (Festival Santista de Teatro);
8. Associação Galpão (Grupo Galpão);
9. Central Única das Favelas do Rio de Janeiro (Cufa);
10. Dzicroquetes Artezanatos LTDA;
11. Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Casa Wariró);
12. Grupo Musical Quinteto Violado Produções Artísticas LTDA (Quinteto Violado);
13. Instituto Festival de Dança de Joinville (Festival de Dança de Joinville);
14. Manoel José das Chagas – Maracatu Estrela de Tracunhaém;
15. Teatro Amador O Tablado (Tablado).

Últimas notícias