televisão

Passaporte de ex-big brother vai ser apreendido

Daniel precisa entregar seu passaporte no prazo máximo de três dias. O ex-BBB não poderá deixar o País até o fim da investigação

Diogo Menezes
Diogo Menezes
Publicado em 19/01/2012 às 23:17
Leitura:

Atendendo pedido do Ministério Público, a Justiça do Rio determinou na noite desta quinta-feira (19) a apreensão do passaporte do modelo Daniel Echaniz, participante expulso segunda-feira do Big Brother Brasil sob investigação policial de “estupro de vulnerável". Segundo a decisão, Daniel precisa entregar seu passaporte no prazo máximo de três dias. O ex-BBB não poderá deixar o País até o fim da investigação.

A intenção da promotoria era impedir que ele viaje a trabalho para o exterior. O advogado Wilson Matias, que representa Daniel, disse que há convites para que o modelo vá à Itália e à África do Sul, mas negou que ele tenha a intenção de viajar agora.

A defesa, inclusive, pretende negociar com a TV Globo o retorno de Daniel para o BBB, possibilidade descartada pela emissora. O suposto estupro ainda está sendo investigado pela produção, e por isso a volta é considerada inadequada.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias