MPB

Os cantos e encantos da cantora e compositora Isabela Moraes

Depois de embalar as noites do Recife, pernambucana agora trilha os caminhos da música em São Paulo

Germana Macambira
Germana Macambira
Publicado em 29/09/2014 às 6:00
Foto: Arquivo pessoal/Facebook
Depois de embalar as noites do Recife, pernambucana agora trilha os caminhos da música em São Paulo - FOTO: Foto: Arquivo pessoal/Facebook
Leitura:

"Uma das melhores compositoras que eu conheci (...) Que tem os olhos de violeta, a mesma cor que ela pinta as letras das músicas que faz."

É dessa forma que o cantor e compositor Chico César - em entrevista ao Caderno C - se refere à pernambucana Isabela Moraes, um dos novos nomes da música brasileira que saiu de Recife e fixou residência em São Paulo para alçar voos mais altos.

Desde os 12 anos de idade Isabela começou a dar poesia a versos que recitava e a letras que já escrevia. Saiu de Caruaru - sua terra natal - e passou a embalar as noites do Recife. Ganhou entre os seus fãs, alguns admiradores. Dentre eles o cantor Marrom Brasileiro - que se apresentou junto com ela em vários palcos da cidade e lhe deu de presente a letra da canção O bem, um dos sucessos da artista mais tocados nas rádios locais. 

Chico César foi outro 'seguidor' do talento de Isabela. Com uma trajetória parecida com a da cantora, o paraibano também foi para a 'terra da garoa' e por lá despontou para o cenário nacional.

Acompanhe o vídeo exclusivo feito pelo JC, com músicas e confissões da cantora pernambucana.

"Ela escolheu um terreno fértil para se consolidar na música. São muitos os obstáculos que São Paulo oferece mas que, ao mesmo tempo, estimulam o artista para querer vencê-los. E nós - os artistas - vivemos de desafios. Gostamos deles", comentou Chico, que se tornou um amigo de Isabela, desde as primeiras idas da cantora à capital paulista.

Isabela Moraes veio renovar as energias no Recife e em Caruaru, por onde esteve nas últimas semanas antes de retornar à sua nova casa. E é isso que ela sempre faz cada vez que está às vésperas de iniciar um novo projeto. A partir de outubro, por exemplo, ela começa a se apresentar no Espaço Parlapatões em mais uma temporada do Vitrine Parlapatões, na Praça Roossevelt. Um dos cenários mais cobiçados pelos novos talentos da Música Popular Brasileira.

“Sinto sempre essa necessidade de voltar ao Recife e a Caruaru para me reabastecer de novos impulsos. E o toque tão peculiarmente pernambucano eu carrego comigo, o que tem me dado um retorno bacana das pessoas. Todas as minhas terças de outubro estarei no palco do Parlapatões, um dos grandes projetos que São Paulo oferece aos amantes da boa música", contou.

A matéria completa com a cantora e compositora Isabela Moraes, está na ediçao impressa do Jornal do Commercio desta segunda-feira (30). 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias