Show cancelado

Maria Rita esclarece porque deixou de fazer show em Cuiabá

Ameaças de um sargento de polícia motivou o cancelamento

José Teles
José Teles
Publicado em 12/09/2016 às 19:35
foto: divulgação
Ameaças de um sargento de polícia motivou o cancelamento - FOTO: foto: divulgação
Leitura:

A cantora Maria Rita cancelou de última hora, já com passagem de som feita, um show que apresentaria, sábado, em Cuiabá (MT). Por incrível que possa parecer, um sargento da Policia Militar Estadual foi o motivo do cancelamento, segunda nota de esclarecimento distribuída pela assessoria da cantora, transcrita abaixo:

"Por volta das 19h30, o sargento da Polícia Militar Estadual Claudinei Neves entrou sem autorização na casa de espetáculos Alphaville Buffet Premium e começou a tirar fotos da passagem de som da banda. A produção local do show informou que não era permitido registrar a passagem sem autorização, a casa ainda estava fechada ao público, e pediu gentilmente para o mesmo parar, o que ele se recusou. A segurança foi chamada e retirou o sargento da casa sem violência. Poucos minutos depois, o sargento retornou ao portão do espaço, desta vez armado e ameaçando verbalmente o segurança particular da cantora.

A produção chamou a Polícia Militar do Mato Grosso que, ao reconhecer o sargento, não tomou nenhuma atitude cabível e o liberou sem mais explicações. A viatura da polícia se retirou deixando o sargento armado do lado de fora da casa, com 2 ingressos comprados em mãos, ameaçando acertar as contas com o segurança quando o show iniciasse.

Temendo sua integridade física, de sua equipe e do público presente, Maria Rita e a Agência MIC, responsável pela produção local, decidiram em comum acordo cancelar a apresentação, por falta de segurança. A Agência MIC devolverá o valor da compra do ingresso para todos".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias