EXCLUSIVO

Em entrevista ao JC, Paulinho da Viola fala sobre amores no Recife

Na sua primeira visita à cidade, nos anos 1960, ele deveria ficar três dias, mas passou mais de um mês

Adriana Victor
Adriana Victor
Publicado em 01/09/2017 às 14:00
Especial
Foto: João Luis Soares /Divulgação
Na sua primeira visita à cidade, nos anos 1960, ele deveria ficar três dias, mas passou mais de um mês - FOTO: Foto: João Luis Soares /Divulgação
Leitura:

É uma sonora risada que se ouve quando Paulinho da Viola é perguntado se ainda tem amores no Recife. “Estou um pouco afastado desses amores, a vida nos faz isso. Mas as boas lembranças são parte desse universo amoroso”, responde em seguida. Ele é autor da música "Para um Amor no Recife", gravada por grandes craques da música brasileira. A conversa com o cantor foi negociada durante alguns dias. Lila Rabello, mulher de Paulinho, cuidou dos acertos. Os dois são casados há quase 40 anos e têm quatro filhos juntos. 

O RECIFE

Sobre o Recife, ele ainda diz: "a cidade cresceu e a gente estranha isso". Mas é com saudade e doses de afeto que ele fala das praias, do peixe frito, dos amigos que fez por aqui. Conta ainda como chegou à cidade pela primeira vez, em 1968, "sozinho, com uma mala e um violão". O tempo de permanência no Recife foi muito além do previsto. Revela ainda a história da música "Pra um Amor no Recife". Confira esta e outras histórias na entrevista feita por telefone, pela editora Adriana Victor, pouco antes de o cantor embarcar para Pernambuco, onde tem espetáculo marcado nesta sexta (1º/9): "Paulo da Viola Encontra Marisa Monte". 

Últimas notícias