Gastronomia e arte

27º Festival de Curitiba: Gastronomix e peça infantil movimentam o MON

No penúltimo dia do evento, gastronomia dialoga com diferentes linguagens artísticas

Márcio Bastos
Márcio Bastos
Publicado em 07/04/2018 às 18:53
Divulgação
No penúltimo dia do evento, gastronomia dialoga com diferentes linguagens artísticas - FOTO: Divulgação
Leitura:

Em seu penúltimo dia, sábado (7), o 27º Festival de Curitiba continuou movimentando vários espaços da cidade com obras de diferentes linguagens. Um dos locais que mais agregou pessoas foi o Museu Oscar Niemeyer, que recebeu o Gastronomix, projeto que une gastronomia, música e atividades de artes cênicas.

Uma característica que o Festival de Curitiba tem consolidado ao longo das últimas edições é a de agregar diferentes linguagens e também de expandir a ocupação de áreas públicas, integrando a arte à cidade. No caso do Gastronomix, várias tendas com chefs renomados vendem refeições a preços acessíveis, geralmente entre R$ 10 e R$ 30 reais, embalados por música ao vivo, discotecagem, aulas, atividades para crianças e espetáculos teatrais. A escolha do monumental Museu Oscar Niemeyer dá uma ambientação singular à programação e une um público heterogêneo, em sua maioria formado por famílias.

INFANTIL

O local também sediou a apresentação de Oliver Twist, livremente inspirado no clássico de Charles Dickens, da Cia Um de Teatro Infantil (RJ). A peça integrou a programação da Guritiba, mostra do evento voltada para as crianças. Com delicadeza e soluções criativas, como a utilização de uma marionete para ilustrar um dos momentos de maior agonia passado pelo pequeno órfão inglês, o coletivo consegue criar uma montagem cativante e que dialoga bem com o público infantil, sem apelar para recursos caricatos.

O elenco formado por Angela Ribeiro, Leonardo Santiago, Hercules Morais e Rita Pisano está afinado e consegue transmitir as agruras e inocência de jovens marginalizados pela sociedade. Diante dessas dificuldades, encontrar algum tipo de poesia e resistência é um ato de bravura que o protagonista consegue preservar. 

É mais do que bem-vinda a iniciativa do festival de dar fôlego à programação para a infância, tendo em vista não só o entretenimento imediato, mas também a formação de público. Além dessa, o evento contou com outras 19 mostras especiais, que iam desde questões ligadas ao gênero feminino, teatro e circo.

* O jornalista viajou a convite do Festival de Curitiba

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias