Luto

Morre mãe de Carolina Dieckmann: 'Meu colo não está mais aqui'

Causa da morte não foi divulgada e atriz fez homenagem no Instagram

Agência Estado
Agência Estado
Publicado em 26/08/2019 às 15:29
Notícia
Instagram/Reprodução
Causa da morte não foi divulgada e atriz fez homenagem no Instagram - FOTO: Instagram/Reprodução
Leitura:

A mãe de Carolina Dieckmann, Maíra Dieckmann, morreu no último domingo, 25. A causa ainda não foi divulgada e a atriz fez uma homenagem no Instagram.

"Mãe. Sim, essa é a palavra que nunca mais eu vou dizer, porque hoje morreu meu colo. Porque nada mais de mal, ou de grave, poderia acontecer comigo, porque meu colo não está mais aqui", disse.

"Minha mãe passou a vida dando colo: para qualquer um e para todos. A pessoa mais generosa que eu conheci, a mais doce, a que me treinou desde cedo a não brigar, a escolher o bem, a tentar sempre compreender o caminho, as escolhas e o lugar do outro. Os limites do outro. A deixar ir. O amor liberta, sempre."

A atriz também afirmou que ainda não acredita no que aconteceu e que Maíra faleceu enquanto dormia. "Eu estou devastada. Essa é a palavra que mais explica o que eu estou sentindo. Meu coração está queimando de dor. Mãe, a partir de hoje, eu vou morrer um pouco todo dia; de saudade. Te amo", desabafou.

O padre Fábio de Melo, Luciano Huck, Angélica, Selton Mello, Regina Casé, Claudia Raia, Marina Ruy Barbosa e outras personalidades lamentaram o ocorrido na rede social de Carolina

Veja a postagem da atriz na íntegra:

Ver essa foto no Instagram

mãe. sim, essa palavra q nunca mais eu vou dizer; porque hoje morreu meu colo. porque nada mais de mal, ou de grave, poderia acontecer comigo, porque meu colo não está mais aqui. minha mãe passou a vida dando colo: pra qualquer um e pra todos. a pessoa mais generosa q eu conheci. a pessoa mais doce. a q me treinou desde cedo a não brigar. a escolher o bem. a tentar sempre compreender o caminho, as escolhas e o lugar do outro. os limites do outro. a deixar ir. o amor liberta. sempre. ela me ensinou um bocado de coisas lindas. e me ensinou sendo, o q faz toda diferença. ainda não sabemos do q ela morreu, mas morreu dormindo. e desde q sou pequena vejo ela “marcar” seu encontro com a morte exatamente desse jeito: se ela vier, q seja assim. mãe, a morte te obedeceu direitinho. acho q é porque vc merecia. mas o q eu acho mesmo é q foi muito cedo. mãe , eu to devastada. essa é a palavra q mais explica o q eu tô sentindo. meu coração ta queimando de dor, tipo a amazônia, tipo o fim de tudo. mãe, quem vai ser meu colo? não digo amanhã, depois... mas hoje? mãe, hoje eu vou tentar ser colo pros meus irmãos. eu prometo. e pra sua mãe também. mãe, a partir de hoje, eu vou morrer um pouco todo dia; de saudade. te amo. mãe... eu ainda não acredito.

Uma publicação compartilhada por carolina dieckmann ?????? (@loracarola) em

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias