MEMÓRIA

Ministério Público protocola pedido de tombamento da casa de Capiba

Após denúncia do radialista Geraldo Freire e do Jornal do Commercio, o promotor Ricardo Coelho fez o pedido nesta segunda

Valentine Herold
Valentine Herold
Publicado em 02/10/2017 às 16:01
Foto: Sérgio Bernardo / JC Imagem
Após denúncia do radialista Geraldo Freire e do Jornal do Commercio, o promotor Ricardo Coelho fez o pedido nesta segunda - FOTO: Foto: Sérgio Bernardo / JC Imagem
Leitura:

Na última quinta-feira (28), o comunicador Geraldo Freire divulgou um vídeo em suas redes sociais denunciando o recente abandono da casa onde Capiba morou por 50 anos. No dia seguinte, a reportagem do Jornal do Commercio esteve no local, visitou a casa e publicou uma matéria na edição do sábado sobre o assunto. A partir dessas denúncias, o Ministério Público de Pernambuco expediu, nesta segunda-feira (2), o pedido de tombamento da casa e que ela também seja considerada um IEP, Imóveis Especiais de Preservação.

"A partir do vídeo de Geraldo Freire e da matéria do JC, nós expedimos nesta manhã uma recomendação ao Estado de Pernambuco para que o local seja tombado, e outra recomendação á Prefeitura do Recife para que seja considerado um IEP", disse o promotor Ricardo Coelho. "A ideia é salvar a casa para que ela possa ser transformada em um museu e memorial de Capiba."

Outros pedidos

Também nesta segunda, o ex-candidato à Prefeitura de Olinda e escritor Antonio Campos protocolou o pedido de tombamento da casa. "A importância cultural de Capiba é notória, tendo sido um dos maiores compositores musicais brasileiros, notadamente de frevos. (...)  O valor cultural e histórico do imóvel merece ser reconhecido e o imóvel tombado, impedindo que venha ser destruído ou descaracterizado, em caráter de urgência porque está colocado à venda", escreveu no pedido enviado à Secretaria de Cultura. 

O deputado Sílvio Costa Filho endossou o coro e enviou ao prefeito do Recife, Geraldo Julio, uma carta pedido que o local seja transformado em museu. "Quero propor ao prefeito Geraldo Julio, não como líder da oposição na Assembleia Legislativa, mas, sobretudo como cidadão recifense, que ele, através da sua gestão, em parceria com o Trade Turístico alugue o imóvel e o transforme em um novo equipamento turístico para a cidade", diz a carta. 

Em ambos os casos foram citadas a denúncia de Geraldo Freire e matéria publicada pelo JC. Veja o vídeo que o comunicador da Rádio Jornal publicou:

Últimas notícias