avaliação

Brics têm a pior extensão da malha de transporte

Apesar de ser do tamanho de um continente, o Brasil tem apenas 212 mil quilômetros de estradas pavimentadas

Da AE
Da AE
Publicado em 21/03/2014 às 10:35
Leitura:

No Bric - o bloco que reúne Brasil, Rússia, Índia e China -, a infraestrutura de transporte brasileira é de longe a mais deficiente, segundo levantamento da consultoria Ilos. Apesar de ser do tamanho de um continente, o Brasil tem apenas 212 mil quilômetros de estradas pavimentadas. A Índia, que tem menos da metade da área brasileira, já asfaltou 1,57 milhão de quilômetros, praticamente a mesma quantidade que a China, onde há 1,58 milhão de quilômetros de asfalto. A título de comparação os Estados Unidos têm 4,2 milhões de quilômetros de estradas pavimentadas.

Algo parecido ocorre com as ferrovias. A Rússia tem 87 mil quilômetros de trilhos, a China, 77 mil, e a Índia, 63 mil. O Brasil tem apenas 29 mil. Na prática, porém, apenas um terço é utilizado, o que reduz a malha em operação no País para parcos 10 mil quilômetros. 

O único segmento em que o Brasil encontra um integrante do bloco com deficiências parecidas é o hidroviário - mas ainda assim com ligeira desvantagem. O Brasil tem 14 mil quilômetros de hidrovias e a Índia, 15 mil. China e Rússia têm, respectivamente 110 mil e 102 mil quilômetros de rios organizados para o transporte de cargas. O número é superior até ao dos Estados Unidos, onde há 41 mil km de hidrovias.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias