indústria

Em meio à queda da produção industrial, bens de capital crescem 0,9%

Os bens de capital já haviam registrado aumento de 2% no mês anterior

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 04/10/2011 às 12:12
Leitura:

RIO DE JANEIRO – Ao mesmo tempo em que a indústria brasileira teve uma queda geral de 0,2% em sua produção entre julho e agosto, os bens de capital registraram um crescimento de 0,9%. Esta foi a única, entre as quatro categorias industriais, que registrou alta na produção, segundo a Pesquisa Industrial Mensal divulgada nesta terça-feira (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o pesquisador André Macedo, do IBGE, o aumento da produção de bens de capital, categoria que reúne, entre outras atividades, a produção de máquinas e equipamentos, pode sinalizar uma intenção da indústria em se ampliar ou se modernizar.

“Isso acaba dando uma qualidade maior da produção industrial, na medida em que pode sinalizar maiores investimentos e modernização de plantas produtivas, gerando uma expectativa de investimentos mais a frente”, disse Macedo.

Os bens de capital já haviam registrado aumento de 2% no mês anterior. Na comparação entre agosto deste ano e o mesmo período do ano passado, o crescimento foi de 8,6%, bem acima da média da indústria geral, que cresceu 1,8%. No ano, a produção de bens de capital acumula alta de 5,6% e, nos últimos 12 meses, de 6,8%.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias