IBGE

Queda da indústria de transformação contribui para estagnação do PIB brasileiro no 3T

As demais atividades industriais tiveram crescimento: extrativa mineral (0,9%), eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana (0,8%) e construção civil (0,2%)

Agência Brasil
Cadastrado por
Agência Brasil
Publicado em 06/12/2011 às 9:28
Leitura:

A indústria foi o setor com maior queda no terceiro trimestre deste ano (0,9%) e contribuiu para que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro não registrasse crescimento no período – na comparação com o segundo trimestre. A queda de 1,4% da indústria de transformação foi o principal responsável pelo resultado da indústria.

Ao contrário da indústria de transformação, as demais atividades industriais tiveram crescimento: extrativa mineral (0,9%), eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana (0,8%) e construção civil (0,2%).

Já entre os serviços, setor que teve queda de 0,3%, os setores de comércio (queda de 1%), outros serviços (queda de 0,5%) e serviços de informação (redução de 0,3%). Os crescimentos ficaram por conta de intermediação financeira e seguros (1,7%), atividades imobiliárias e aluguel (0,4%), transporte, armazenagem e correio (0,2%) e administração, saúde e educação pública (0,1%).

A agropecuária foi o único dos três grandes setores da economia que apresentou crescimento no terceiro trimestre deste ano, em relação ao trimestre anterior: 3,2%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Últimas notícias