OMPI

Pedidos de patentes brasileiras no exterior cresceram 17% no ano passado

No acumulado dos últimos quatro anos, a expansão atingiu 43%

Milton Raulino
Milton Raulino
Publicado em 07/03/2012 às 18:04
Leitura:

RIO DE JANEIRO - Números da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (Ompi) divulgados nesta quarta-feira (7), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), revelam que os pedidos de patentes brasileiras no sistema global Patent Cooperation Treaty (PCT) cresceram 17% no ano passado. No acumulado dos últimos quatro anos, a expansão atingiu 43%.

O Brasil totalizou 572 pedidos de registro de patentes no exterior. A pesquisa da Ompi mostra que, assim como o Brasil, os demais integrantes do Brics (acrônimo que representa os emergentes Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) também mostraram incremento nos pedidos de patentes no exterior. Em contrapartida, os países europeus e americanos ainda estão tentando se recuperar da queda iniciada em 2008, com a crise financeira internacional.

O crescimento dos pedidos de patentes da China no PCT alcançou 200% no período de quatro anos, contra 58% da Índia e 40% da Rússia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias