serasa experian

Pedidos de falência sobem 11% no primeiro semestre

Na comparação mensal, o número diminuiu, passando de 203 em maio para 158 em junho - queda de 22%

Milton Raulino
Milton Raulino
Publicado em 05/07/2012 às 12:34
Leitura:

O número de pedidos de falência no País cresceu 11% no primeiro semestre, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 975 pedidos, enquanto em 2011 o total ficou em 877, de acordo com o Indicador de Falências e Recuperações, divulgado nesta quinta-feira (5) pela Serasa Experian. Na comparação mensal, o número diminuiu, passando de 203 em maio para 158 em junho - queda de 22%.

Do total de pedidos de falência realizados entre janeiro e junho a maioria (529) foi feita por micro e pequena empresas. Entre as médias empresas foram registrados 286 pedidos e, entre as grandes, 160. O número de falências decretadas aumentou, passando de 314 no primeiro semestre de 2011 para 341 no mesmo período deste ano.

O número de pedidos de recuperação judicial também cresceu na mesma base de comparação. Nos seis primeiros meses de 2012, foram 395 requerimentos, enquanto no mesmo período de 2011 foram 239 pedidos. As micro e pequenas empresas também lideram a lista de pedidos de recuperação judicial, com 202 requerimentos. Foram feitos 129 pedidos de recuperação judicial por médias empresas e 64 pedidos pelas grandes.

De acordo com o Serasa Experian, o cenário de crescimento nas falências é resultado de "maior percepção do risco na economia e o minguante crédito externo, baixa atividade econômica, crédito doméstico mais seletivo, alta inadimplência das empresas e dos consumidores e desvalorização do real como reflexo da crise".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias