economia

Horário de verão reduz em 4,5% consumo de energia

A medida provocou a redução de cerca de 2.477 megawatts (MW), segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS)

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 17/02/2013 às 9:16
Leitura:

 

Após 119 dias em vigor, o horário de verão terminou à meia-noite do sábado (16) em 11 Estados e no Distrito Federal. A medida provocou a redução de 4,5% no consumo de energia no horário de pico em todo o País, ou seja, uma queda na demanda por eletricidade de cerca de 2.477 megawatts (MW), segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Os relógios devem ser atrasados em uma hora. 

Em 2012, quando a medida ficou em vigor duas semanas a mais, a redução no consumo foi de 2.555 MW. Ainda de acordo com o ONS, como as usinas termelétricas estavam em pleno funcionamento, a medida contribui para recuperar os reservatórios de água das hidrelétricas.

O governo calcula que aproximadamente R$ 200 milhões deixaram de ser gastos no período, conforme nota do ONS.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias