economia

Benefícios fiscais exigem contrapartida, diz Pimentel

Ele ressaltou, porém, que os benefícios exigirão contrapartida, atrelada a metas de eficiência e manutenção de emprego

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 10/04/2013 às 15:59
Foto: Antonio Cruz/ABr
Ele ressaltou, porém, que os benefícios exigirão contrapartida, atrelada a metas de eficiência e manutenção de emprego - FOTO: Foto: Antonio Cruz/ABr
Leitura:

O governo estuda criar regimes especiais para setores que precisam ganhar competitividade. Segundo o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, entre beneficiados estão o sucroalcooleiro, químico e têxtil.

Ele ressaltou, porém, que os benefícios exigirão contrapartida, atrelada a metas de eficiência e manutenção de emprego. "Será um conjunto de medidas que vão resgatar a competitividade desses setores", afirmou. "Queremos compromisso com eficiência", declarou a jornalistas nesta quarta-feira.

Pimentel não deu prazo para o anúncio desses regimes e disse que dependem de conversas em conjunto com diversos ministérios. Segundo ele, em agosto haverá uma nova reunião do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI) e os grupos de trabalho devem apresentar os primeiros resultados. O CNDI se reuniu nesta manhã com diferentes segmentos e elaborou as agendas setoriais.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias